Inveja: saia dessa!

Barbie-Bebek-Kıyafetleri-7

Passamos muito tempo de nossa vida tentando compreender as pessoas feitas de um universo a parte, que não compete muita explicação. Mas conseguimos perceber, desde novas, quando algo está errado no comportamento de determinada menina que convive conosco.

Dividimos nossos brinquedos, criamos sonhos em cima de nossas bonecas e Barbies. E com o passar dos anos vamos percebendo, de que maneira algumas meninas que convivíamos nos tratavam em relação ao que dividimos. Acreditamos na fantasia e na boa vontade e, em um determinado momento, a realidade assustadora aparece. Seja na infância, ou na vida adulta. Como lidar? Como entender comportamentos assim, relacionados com determinadas pessoas, das quais acreditamos que poderiam vivenciar mais do que somente uma troca de roupinhas de Barbie?

É preciso muita garra e boa vontade! Principalmente porque não podemos nos render a esse mundo em que sorrisos tentam fingir dizer algo, quando, na verdade, o pensamento é outro. Ultrapassar barreiras é fundamental para que possamos estar mais felizes em nossas vidas. Por isso, busque a sua felicidade. Esqueça as pessoas em sua volta que só te colocam para baixo, ou que invejam suas conquistas.

Busque ser cada vez mais você, deixando de lado qualquer possibilidade de encarar o “perigo”. Pessoas que lidam assim com a vida, uma hora vão perceber sozinhas. Porque a vida não perdoa. É preciso entender que, muitas vezes, achamos horríveis as novelas e o modo como os autores das novelas mostram uma realidade que, por vezes, acreditamos ser somente na telinha.

O que decepciona é que não é bem assim! Tudo bem que podemos acreditar que eles realmente exageram em algumas coisas e que tem muita furada no que vemos. Mas tudo que está ali é baseado em uma triste realidade de uma sociedade que, por vezes, não tem o apoio necessário.

30032012_bocao-vermelho_520-01

Se nos deixarmos entrar nesse universo, a capacidade de sair será remota, porque vamos nos acostumar a conviver com isso. É dessa forma que você quer se reconhecer no espelho? Se a resposta é não, isso é fantástico! Por isso, mude! Seja você mesma, mesmo que isso possa machucar. Você não precisa dar sorrisos indesejados e nem fazer algo para agradar os outros.

Você precisa agradar e amar você mesma. Isso que realmente importa. No final, pessoas que são assim, com os sentimentos dos outros e com o que os outros conquistaram, terão a sua resposta. Você nem precisará ter cansado sua beleza e nem suas palavras para conseguir dizer o que está entalado em você. Busque estar mais próxima do que realmente importa. Isso é demonstrar maduridade. Isso é realmente ser feliz. Quanto à inveja… Mesmo aquela de criança, com cara de inocente, esqueça, ignore! E reze. Não importa a sua religião, rezar pode ser feito em qualquer momento. Converse com você mesma, reflita e peça que forças maiores protejam você. Isso sim é sair dessa e superar!

Inveja: saia dessa!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Juliana Bolzan

Jornalista, apreciadora de alguns mundos paralelos e pessoas diferenciadas. Escritora há pelo menos 10 anos. Com sonhos na cabeça e vontades de realizar. Gaúcha. No momento trabalha ajudando as pessoas a serem melhores tanto na parte física, quanto emocional. Com convicções muito concretas sobre a vida, e o amor. Ama as palavras, as letras e as pessoas. Pois acredita que cada um tem algo a ensinar.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.