Culinária Japonesa: Como Consumir Sem Engordar?

Já que, para mim, viver sem comida japonesa seria um sacrifício, fui pesquisar as versões menos calóricas para não ter que abrir mão do meu “japa semanal” (ops, antes ia umas três vezes por semana, mas a nova temakeria daqui não me agradou muito não, aí tive que reduzir as comilanças.

Temakis

Não sei se essa versão existe em todos os lugares, mas aqui em Jee dá para pedir o temaki sem o arroz e sem o cream cheese, só com peixes, frutos do mar e cebolinha (adoro!). Essa é uma opção que não é muito calórica. Mas, se optar por cream cheese, pelos molhos agridoces, pelo shoyu em excesso e pelas versões empanadas, pode ter certeza que o número de calorias sobre drasticamente!

Sashimis

Os sashimis são boas opções, já que, além de saborosos, contêm poucas calorias (em média 25 calorias). O que não vale é encharcar o sashimi no shoyu, tá?

Captura de tela inteira 31032013 204412 - Culinária Japonesa: Como Consumir Sem Engordar?

Uramakis

Os uramakis, que são basicamente sushis invertidos, podem ser consumidos, desde que não contenham cream cheese ou maionese, que devem ser evitados sempre!

  🔥HIDRATAÇÃO CASEIRA🔝🔥
    1. 🔝Hidratações caseiras
    2. 🔝Hidratação profunda caseira
    3. 🔝Óleo de coco no cabelo
    4. 🔝Hidração com azeite
    5. 🔝Cronograma Capilar Oficial

Sushi

O sushi pode ou não ser altamente calórico, dependendo dos ingredientes escolhidos. Cream cheese, empanados, molhos agridoces e coisas do tipo acabam deixando o que poderia ser um prato pouco calórico em uma bomba de calorias, porque, é lógico, ninguém come um sushi só, então, no final das contas, a soma calórica tende a ser bem alta.

Sopa de Missô

Conhecida como missoshiro, a sopa de missô, que é um caldo feito com tofu, pasta de soja e cebolinha, é uma ótima opção dentro da culinária japonesa, pois é pouco calórica, leve e cai super bem  para esquentar os dias frios do outono e do inverno. Aposta das boas!

Tempurá

Para quem consegue controlar a gula e ficar em, no máximo, duas unidades, o tempurá, que é aquele bolinho de legumes (ou camarão)  frito é uma boa opção, já que cada unidade contém, em média, 50 calorias.

Cuidado com o Shoyo!

Essa deveria ser a dica número 1, já que o shoyu acompanha praticamente todos os pratos da culinária japonesa e é muito rico em sódio e calorias. A versão light  é uma boa opção, mas ainda assim contém muito sódio, que faz mal para a saúde.

Cuidado com o Molho Teriyaki!

É uma delícia, eu sei, mas cada colherinha desse molho contém, em média, 15 calorias, que parece pouco, mas somados aos demais alimentos e complementos, deixam o prato mais calórico.

Pratos Quentes

Os pratos quentes japoneses podem, também, ter boas opções de alimentos saudáveis e nem tão calóricos. O Teppan Yaki, com legumes e carnes diversas grelhados na chapa, é uma ótima opção, desde que o uso do óleo seja “controlado”.  Os pratos que contêm macarrão e que levam molhos doces devem ser evitados ou consumidos com moderação, já que massa e açúcar é uma dupla sempre calórica.

Enfim, fiquem de olho nos complementos, nos molhos e nas quantidades, pois assim dá para continuar consumindo os pratos típicos da culinária japonesa sem  engordar!

Beijos

Ju Lopes

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.