Dieta da Idade da Pedra: Já Ouviram Falar?

Eu não acredito em dietas, eu acredito em reeducação alimentar, mas como meio mundo de gente acredita, gosta e faz, sempre que encontro uma novidade, posto aqui. E a novidade da vez atende pelo nome de dieta paleolítica.

Como todas nós sabemos, os nossos ancestrais, ao que nos consta, viviam em cavernas, e isso há mais ou menos 15 mil anos atrás, de modo que a alimentação deles era baseada na caça e na coleta, já que, evidentemente, não existiam alimentos prontos, supermercados, quitandas e coisas similares.

Isso, lógico, é bem diferente do que vivemos hoje, já que, via de regra,  ninguém precisa se dar ao trabalho de caçar, pescar ou coletar alimentos, pois encontramos tudo prontinho nas prateleiras dos supermercados, nas feiras e nas panificadoras.

Acontece que há quem sustente que a dieta de 15 mil anos atrás era muito mais benéfica do que a que temos hoje. Mark Sisson, que é biólogo e já foi atleta profissional, acha que o estilo de vida da idade da pedra é mais saudável do que o nosso, o que, olhando por um certo ângulo não deixa de ser verdade. Se locomover mais, andar mais, se movimentar mais e ter uma alimentação baseada em alimentos não industrializados parece uma boa ideia. Mas será que é mesmo?

Captura de tela inteira 21052013 223221

Bom, se é ou não, só o tempo dirá, mas o certo é que centenas de milhares de pessoas em todo o mundo estão adotando a dieta da idade da pedra com o intuito de emagrecer, de prolongar a saúde e de melhorar a qualidade de vida.

No próximo post falo sobre isso de forma mais profunda, mas, de modo geral, a dieta paleolítica se baseia  na restrição do consumo de carboidratos, no jejum prolongado e no consumo liberado de carne vermelha, além de muitas frutas e vegetais.

Tudo isso parece muito atrativo para muita gente e, de certa forma, até lembra a dieta da proteína, mas o fato de proibir o consumo de alimentos e bebidas industrializadas é o que tem deixado muita gente “de cabelo em pé”, já que, querendo ou não, fazendo bem ou não, é o tipo de comida que faz parte da dieta da grande maioria das pessoas, não há como negar.

A razão principal da proibição de consumo de alimentos industrializados é que eles são ricos em carboidratos refinados, que são de consumo vetado, vez que eles  possuem alto índice glicêmico, além de baixo teor de fibras.

Quando ocorre a ingestão de alimentos de alto índice glicêmico, o organismo os absorve rapidamente graças a uma maior liberação de insulina, o que, a longo prazo, leva à resistência a insulina que está relacionada a diabetes.

No mais, os alimentos industrializados contêm muitos corantes, conservantes e outros compostos químicos que além de causarem alergias, não fazem bem ao organismo e podem causar intoxicações. É necessário ponderar, contudo, que é, sobretudo para quem vive em cidades de médio e grande porte, é praticamente impossível não consumir nenhum tipo de comida ou bebida industrializada.

Beijos

Ju Lopes

Dieta da Idade da Pedra: Já Ouviram Falar?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.