Livro: Clássico – O morro dos ventos uivantes, Emily Brontë

Já falei aqui que amo ler romances e eu não poderia deixar de recomendar a vocês meu segundo livro mais amado do mundo: O morro dos ventos uivantes, da Emily Brontë, que é considerado um clássico da literatura mundial e que acredito que todo mundo deveria ler.

A autora viveu na Yorkshire da década de 1820, e faleceu com apenas 29 anos, de tuberculose. Este é um dos romances mais densos e sombrios que já li, por se tratar de um amor tão apaixonado que chega a ser obsessivo e que, por não ser correspondido, gera uma vingança destruidora e duradoura. É muito intenso e é preciso que a pessoa tenha a mente aberta para ler as entrelinhas e captar os simbolismos e sentidos das palavras e dos sentimentos dos personagens.

A história começa quando o Sr. Lockwood se torna o novo inquilino de uma propriedade, a Granja dos Tordos, que pertence a um tal Sr. Heathcliff, também atual dono do Morro dos Ventos Uivantes e, ao fazer uma visita de cortesia ao senhorio, encontra na casa deste um rapaz, uma moça e o próprio Heathcliff. Tomado por extrema curiosidade diante de tantas demonstrações de raiva, indiferença e brutalidade entre os moradores, Lockwood persuadiu à sua governanta Nelly que contasse a estranha história dos seus vizinhos.

A narração é feita pelo Sr. Lockwood e pela governanta, que retrocede no tempo para contar o romance conturbado, destrutivo e mal resolvido entre Catherine Earnshaw e Heathcliff. Ambos são amigos de infância, mas Heathcliff possui um passado desconhecido, é descendente de ciganos e sem status social nenhum, que foi adotado pelo Sr. Earnshaw. Por conta disso, Catherine, uma moça volúvel e cheia de energia, mesmo que apaixonada pelo amigo, casa-se com outro. A propriedade da Granja dos Tordos pertencia ao Sr. Edgar, que se tornou o esposo de Catherine, e o Morro dos Ventos Uivantes pertencia ao Sr. Earnshaw.

Depois desse e de inúmeros outros acontecimentos do destino, tudo desanda na vida dos personagens até que, com a morte de Catherine, Heathcliff jura vingança a todos os que contribuíram para o afastamento entre ambos, até que ele consegue tomar O morro dos ventos uivantes para si e derrotar toda a família que um dia lhe causou tanto sofrimento. Mesmo após consumada a vingança, o personagem não conseguiu a paz que procurava.

É uma leitura que pode ser complicada pois os nomes dos personagens se repetem e a linha do tempo narrativo também pode confundir, mas nada que um pouco de atenção não resolva. É daqueles livros que, toda vez que você lê, capta algo diferente, gera sensações e sentimentos diversos, fazendo refletir sobre os personagens e como a vida de cada um poderia ter sido diferente. A linguagem pode até ser um pouco difícil de entender, mas leitura boa é assim, a que te faz aprender novas palavras e novos modos de escrever e se expressar.

São personagens anti-heróicos que cativam, são intensos e muito complicados, mas o amor que os une faz a gente suspirar. Uma das frase mais marcantes, ditas pela Catherine é “Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff”. Mexe bem lá no fundo né?

Quem quiser, eu tenho ele em PDF e em .DOC, são 450 páginas, mas a história só começa lá para a página 22, por causa do enorme prefácio. É só mandar e-mail que eu envio gratuitamente!

Beijos!!

Amanda (amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Livro: Clássico – O morro dos ventos uivantes, Emily Brontë
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

6 Comments
  1. Eu já o li duas vezes, mas acho que o amor dos personagens foi tão forte que chegou a virar odio, poruqe esse amor causou muito odio, mas n deixa de ser uma histária de amor que foi prejudicado pelo orgulho.

  2. Olivares Rocha disse:

    Boa tarde. Aproveitando sua oferta, solicito o envio do pdf do livro O moro dos ventos uivantes. Se quiser, envio sobre um tratamento de saúde de graça que uso é secular e funciona: auto-hemoterapia.
    Obrigado e boa tarde.

  3. olá! já li esse livro, confesso que me deixou curiosa pois eles falavam muito dele no livros da saga crepúsculo, estou mais ou menos da metade pro fim, e estou gostando esses personagens realmente são anti-heróis, é um livro que vc se surpreende pois vai contra tudo aquilo que se espera, e também um grande aprendizado para a vida, pra não agir como os personagens, é uma leitura indispensável

    1. Concordo com tudo que vc disse, Rayssa!!! Dá pra tirar uma excelente lição para a vida! Bjos

  4. Se puder me mandar o livro… Obrigada! Beijos!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.