Começar o que nunca começamos

VER + DICAS

Começar o que nunca começamos

Pior que o sentimento de não fazer uma coisa que planejamos há um bom tempo, é o sentimento de autocobrança, não é? Quando é o tempo de começar o que nunca começamos?

A gente se estressa só de pensar no que ainda não fizemos que até esquecemos o tanto de coisa que já fizemos. Não só por nós, mas pelos outros também. Coisas como; “eu já deveria ter emagrecido”; “já deveria ter estudado”; “eu já deveria ter casado”. PARE!

Você não deve nada

Tecnicamente você não deve nada a ninguém, (1) porque tu é livre para ser quem quiser e fazer o que quiser. (2) porque se você tiver alguma dívida deve ser só lá no banco, ou com alguém que pegou dinheiro emprestado, mas de resto, você não deve nada. Nem a você mesma pra começar o que nunca começamos.

Prisão

Quando a gente decide fazer uma coisa e acabamos por não fazer, realmente, fica a consciência pesada, mas chega a não ser saudável para você. E a gente começa a ficar um pouco chateada por chegar determinada época do ano e vem essa autocobrança dentro da gente de começar o que nunca começamos como se precisássemos realmente cumprir todas as nossas metas, ou então sem isso, nosso ano não teria valido de nada.

Se condicionar a determinado acontecimento tira a magia dos fatos e se torna uma prisão. Assim as coisas perdem a graça.

Desencana!

Quando a gente desencana da coisa que nos aprisiona, como no caso, ter uma listinha e ir riscando meta por meta ao longo de um ano. O legal é sim, termos nossas listinhas, por que não. Né? Mas é entendermos que em um ano muita coisa pode e vai mudar, aqueles sonhos que nós tínhamos há algum tempo, lá no começo de janeiro, podem já não se encaixar mais com o que queremos viver daqui pra frente.

Controle de tudo

Eu sempre fico pensando em como nós sempre queremos ter o controle de tudo. E isso é um pouco desconfortável, quando percebemos que nós não estamos tendo as régias da nossa vida. É meio louco, poucos entendem, mas está tudo bem.

Na verdade, nós temos que ter a ideia de que a vida está nos reservando planos muito mais legais. E por um lado, ter em mente que outras circunstâncias podem determinar o rumo das nossas vidas, me deixa um pouco desconfortável.

(RE)Começar ou desistir

Quando a gente finalmente se sentir desencanada com tudo isso, e souber começar o que nunca começamos, e que independentemente do mês em que estivermos a gente pode começar ou desistir de algo, porque a vida é assim, a gente vai se encaixando nas coisas aos poucos, até finalmente nos encontrarmos. Sem idade, sem prazo, para ser mais gostoso.

Em qualquer dia

Agora pensando de uma forma mais desencanada, quem não gosta de começar algo? E sentir aquele friozinho gostoso na barriga? Eu gosto de tentar. Independentemente do dia, da semana, do mês, do ano, do prazo que me foi dado. Eu gosto de tentar.

E eu também gosto de ainda me sentir no controle. A meta agora é que sempre que tiver – faça isso também – uma ideia é anotar esta em um papelzinho e ao contrário de simplesmente guardá-lo em uma gaveta qualquer, é que traçamos metas ao longo de tudo. De como nós poderemos chegar lá ou comprar e ter, enfim.

Se é algo que estiver totalmente sobre o nosso controle, estipulemos uma data para ir em busca até que se realize. Mas assim, na hora que a gente quiser, com qualquer coisa que a gente quiser. Vamos deixar rolar.

No final, risque o que você conseguiu, com a consciência de que deu seu melhor

De qualquer forma, o final do ano chegará e vai de você querer abrir sua listinha de desejos e ver o que realmente. Espero realmente que ao longo do tempo você não perca a vontade de fazer nem metade do que traçou como meta, porque sem um foco realmente as coisas não funcionam e não andam para frente. Sem foco a gente não chega onde tem que chegar.

Lembre-se que é pra frente que se olha, se olhar pro lado é só ajudar quem precisa da nossa ajuda, de resto, segue em frente, só assim conseguiremos começar o que nunca começamos e alcançar nossos sonhos. Mas nunca deixe de sonhar, porque sem sonhos a vida não tem sentido. Seja o sonho de casar, ou de ser a mulher mais bem sucedida do mundo. Não importa o, nem o tamanho, desde que só te acrescente e não faça mal a ninguém.

Ao abrir sua lista de sonhos, risque com muita gratidão o que você conseguiu fazer, com a consciência limpa de que você deu o seu melhor e que não faltou empenho. E se tivermos mais um ano de vida, daremos MAIS do nosso melhor. E o que ainda não foi riscado, mas que ainda se encaixa com o que você espera da vida, não demorará a se realizar.

VER + DICAS
Saiba Mais

#QUEROMUITO

A NOSSA LOJA ONLINE
 Oferta de 30% Progressivas
QUEROMUITO