O futuro da beleza: qual será?

Se pensarmos bem nessa situação, já estamos no futuro. Podemos identificar isso pelas inúmeras novidades no mundo da beleza, que antes, nossas avós nem imaginavam que poderiam ter. Mas, pensando bem mais distante que isso, como você imagina que pode ser o futuro da beleza?

O primeiro pensamento foi pessoas estranhas, mulheres com caras de robôs, roupas e cabelos esquisitos? Sem falar da maquiagem. Bom, isso já pode ser visto em alguns desfiles de moda.

A melhor tendência que pode representar muito bem o futuro, somos nós, mulheres engajadas em sermos nós mesmas, criando nosso próprio estilo. Podemos ver claramente espalhadas em festas, ou no shopping, meninas iguais. Em muitos sentidos estamos virando cada vez mais, cópias umas das outras em vez de sermos nós mesmas. Isso é bom até que ponto? Você se olha no espelho e se reconhece? Ou simplesmente vê algo exatamente igual a todo o resto?

face-cirurgia-plastica-1374616737222_615x300

Por isso, é preciso antes de tudo, para que o futuro, que está tão próximo, seja diferente do presente que vivenciamos e do passado distante, que tenhamos a coragem de sermos nós mesmas. De usar cores, que teoricamente não combinam entre si., de perder a vergonha de mostrar o que gostamos de usar, de buscar alternativas para que possamos nos enxergar mais como nós, e menos como as outras pessoas. Criar o próprio estilo é o futuro mais fundamental que possa existir e, assim, poder encarar todos os olhares sem medo de ser realmente feliz.

Uma boa pedida, quando você for pensar no seu estilo de ser, é optar por parecer mais gente e menos boneca. Ou seja, fazer misturas de décadas passadas com atualidades, pode deixar você com um ar realmente bonito e, ao mesmo tempo, com a sua personalidade. Pense na cirurgia plástica como uma opção para resolver um problema, e não para modificar totalmente quem você é. É assustador ver mulheres com 80 anos com um rosto mais liso e mais puxado do que meninas de 20. É preciso saber que algumas rugas em nosso rosto, contam histórias de vida, e isso é lindo demais. Porque só quem viveu essas histórias, pode realmente contá-las.

Se no presente sofremos com preconceitos diversos, no futuro a tendência mais bela e pura de beleza, será aceitarmos as diferenças, podendo, assim, permitir que as misturas culturais sejam constantes. É preciso entender que a sociedade tem se tornado cada vez mais egoísta, e se pudéssemos retomar algo perdido, será o princípio real de beleza.

Essa beleza vai muito além de um cabelo arrumado, unhas feitas. Vai do respeito que sentimos pelo próximo, nas escolhas que cada um faz. Cada pessoa precisa ter o seu espaço na sociedade e não ser discriminada por isso. A perfeição é inútil e não leva ninguém a lugar algum, inclusive porque, essa palavra não define nada. É preciso ser perfeita em pensamentos, saber que todos são iguais e que isso é o que realmente faz parte do futuro belo que esperamos.

O futuro da beleza: qual será?
5 (100%) 2 Votos

Juliana Bolzan

Jornalista, apreciadora de alguns mundos paralelos e pessoas diferenciadas. Escritora há pelo menos 10 anos. Com sonhos na cabeça e vontades de realizar. Gaúcha. No momento trabalha ajudando as pessoas a serem melhores tanto na parte física, quanto emocional. Com convicções muito concretas sobre a vida, e o amor. Ama as palavras, as letras e as pessoas. Pois acredita que cada um tem algo a ensinar.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.