O açúcar é o vilão da saúde?

açúcar saúde
O açúcar é o vilão da saúde?

Açúcar x Saúde

Comer doces certamente é um dos maiores prazeres de – praticamente – todas as mulheres. Contudo, o açúcar é inimigo mortal da boa forma, sendo responsável pelo acúmulo de gordura localizada e pelo aumento de peso. Não apenas da boa forma, mas também da saúde. Mas, por que o açúcar é o vilão da saúde? Apesar de agir como uma substância calmante e reguladora de humor, o açúcar possui alto valor glicêmico, ocasionando a insuficiência de insulina no organismo, o que pode gerar um quatro de diabete. Para quem não sabe, o açúcar, ao ser ingerido, cai na corrente sanguínea.

Quando você ingere, não apenas doces, sejam eles artesanais ou não, mas também salgados industrializados, o açúcar está presente em todos estes grupos. Após o consumo de alimentos específicos, o açúcar transita pelo pâncreas, órgão responsável por quebrar os índices de glicose que caem na corrente sanguínea. Então, se você exagera no açúcar diariamente, você acaba confundindo o pâncreas, que, descontrolado, libera mais glicose na corrente sanguínea do que o habitual, abaixando os níveis de insulina. Mesmo o organismo tentando aumentar a produção de insulina para normalizar esta situação, dificilmente algum resultado será obtido, favorecendo o quadro da temida diabete.

A partir do momento que não há produção de insulina, o corpo começa a apresentar problemas cardiovasculares, metabólicos, neurológicos e visuais. Mas, indo ao que interessa, os problemas metabólicos não acomete apenas quem é diagnosticado com diabete, mas sim todos. Os alimentos que possuem alta taxa de açúcar entre os seus ingredientes não são completamente digeridos pelo organismo, provocando o acúmulo de gordura localizada, o aumento de peso, o aumento das celulites e o aumento das estrias, que se tratam da reacomodação do tecido adiposo. Além da questão estética, o açúcar pode se tornar vilão da obesidade e da hipertensão.

No entanto, uma boa notícia: também não se pode viver sem nenhuma glicose no organismo, motivo pelo qual o açúcar deve ser consumido moderadamente na sua dieta ou na sua reeducação alimentar. Sentiu vontade de comer um chocolate, por exemplo? Não vai acabar com a sua boa forma comer um pequeno tablete por dia, mas uma barra inteira sim. Ocorre que o açúcar também provoca bons efeitos no organismo. Um exemplo é o de quem possui hipoglicemia, ou seja, deficiência de glicose, que possui recomendação médica para ingerir doces para evitar a queda de pressão e a dor de cabeça.

Como o açúcar não está presente apenas nos doces, mas também em massas, pães e salgados, por exemplo, você pode recorrer aos produtos mais saudáveis para manter os seus índices de glicose no organismo. No caso dos produtos orgânicos, que virou febre nos últimos anos, os alimentos possuem um açúcar natural proveniente de fontes mais saudáveis, como, por exemplo, o mel. Mas, em quantidades moderadas, quem não quiser abrir mão das opções tradicionais, tal como o chocolate, o açúcar pode deixar de ser vilão e se tornar aliado, pois possui cálcio, cloro, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e vitamina B.

Em termos de dieta e reeducação alimentar, o ideal é consumir moderadamente o açúcar em períodos do dia em que o corpo metaboliza os alimentos mais rapidamente, tal como os carboidratos. Isso significa que é recomendado consumir estes dois grupos, por exemplo, de manhã, evitando-os completamente à noite, período em que se devem ingerir proteínas. Ocorre que o metabolismo funciona lentamente na hora do jantar, então consumir açúcar e carboidrato à noite é fatal para a sua frequência na academia, o que certamente resultaria na obtenção de pouco resultado diante do desejado.

O lado vilão: o mal que o açúcar causa a saúde!

– Desorganiza as relações entre os sais minerais no organismo, provocando deficiência de cromo e cobre e interfere com a absorção de cálcio e magnésio.

– Provoca um aumento rápido da adrenalina, da hiperatividade, da ansiedade, da dificuldade de concentração e da irritabilidade em crianças.

– Perda de elasticidade e funcionalidade dos tecidos.

– Existe grande possibilidade de alimentar as células cancerígenas e foi relacionado ao desenvolvimento de câncer de mama, ovário, próstata, reto, pâncreas, trato biliar, pulmão, vesícula e estômago.

– Pode aumentar o nível sanguíneo de glicose em jejum e provocar, como reação, hipoglicemia.

– O açúcar pode piorar a visão e provocar envelhecimento prematuro.

– Pode acidificar a saliva, estragar os dentes e provocar doença periodontal (das gengivas).

Contribui para a obesidade e para a osteoporose.

– Pode provocar doenças autoimunes como artrite, asma e esclerose múltipla.

– O açúcar ajuda muito na infestação descontrolada de Candida Albicans (fungos).

– O açúcar pode provocar hemorroida, varizes e apendicite.

– Eleva a resposta de glicose e insulina em usuárias de contraceptivos orais.

– O açúcar pode provocar uma queda na sensibilidade à insulina, provocando assim um nível elevado e anormal de insulina e, finalmente, diabetes.

– Poderá reduzir o nível de vitamina E, além de aumentar a pressão sanguínea sistólica.

– Provoca sonolência e redução da atividade em crianças.

– A ingestão elevada de açúcar aumenta o nível de produtos glicosados avançados (PGA – moléculas de açúcar que se ligam às proteínas do corpo, danificando-as).

– O açúcar pode interferir na absorção de proteínas e, também, provocar alergias alimentares.

– O açúcar pode provocar toxemia durante a gravidez.

– Contribui para o eczema em crianças.

– O açúcar pode provocar aterosclerose – doença cardiovascular – e prejudicar a estrutura do DNA.

– Muda a estrutura das proteínas e causa uma alteração permanente da maneira como agem as proteínas no corpo.

– Faz a pele envelhecer ao mudar a estrutura do colágeno.

– Pode causar catarata e miopia, além da enfisema.

– A ingestão elevada de açúcar pode prejudicar a homeostase fisiológica de vários sistemas do organismo.

– Reduz a capacidade de funcionamento das enzimas.

– A ingestão de açúcar é mais alta em portadores de mal de Parkinson.

– Pode aumentar o tamanho do fígado ao fazer as células do órgão se dividirem e aumentar o nível de gordura no local.

– Existe a possibilidade de aumentar o tamanho dos rins e produzir mudanças patológicas no órgão, como a formação de cálculos renais.

– Pode danificar o pâncreas e aumentar a retenção de fluidos no organismo.

– Este “docinho” bom é o inimigo nº 1 do funcionamento do intestino e pode danificar o revestimento dos capilares, além de correr o risco dos tendões ficarem mais frágeis.

Bom, diante desta descrição, o que podemos pensar é que o açúcar é ótimo, saboroso, dá vida a alguns alimentos, mas não é o melhor amigo da saúde. Se o açúcar é vilão ou não, depende do seu comportamento.

O açúcar é o vilão da saúde?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.