Hipotireoidismo e hipertireoidismo. Qual a diferença dessas duas doenças?

Uma dúvida bem frequente quando se fala em tireoide: qual problema ela pode oferecer ao corpo? As pessoas se confundem no assunto. Vamos lá: tireoide todas as pessoas têm. O problema de saúde relacionado à glândula é o hipotireoidismo e o hipertireoidismo, ambos provocados por alterações hormonais. Estima-se que quase 20% da população do Brasil tem algum destes problemas e o mais assustador: quase metade delas não sabem que sofrem desta disfunção.

A boa notícia é que para cada caso, existe um tratamento oferecido, quando diagnosticada no começo da alteração. Por isso, é importante você conhecer as causas e os sintomas de cada um dos problemas que podem acontecer na tireoide. Antes de tudo é preciso saber que ela é uma glândula que fica no pescoço e é responsável por liberar os hormônios T3 (tri-iodotironina) e o T4 (tiroxina), que ajudam a regular o metabolismo e o desempenho do organismo.

tireoide

O hipotireoidismo acontece quando a produção destes dois hormônios fica abaixo da média normal do corpo. Ou seja, quando a produção destes hormônios diminui, o metabolismo desacelera e queima menos gordura e menos calorias. É mais diagnosticado em mulheres e não tem uma idade específica para detectá-lo. Entre as causas principais deste problema estão a baixa imunidade e a glândula não ter tanta força para funcionar bem. Outro problema pode estar relacionado a fases como a menopausa ou a alta quantidade de iodo no corpo, que também serve de inibidor na reprodução dos hormônios T3 e T4.

Uma das formas mais comuns de se detectar o hipotireoidismo é conhecendo os sintomas. Quando o metabolismo fica mais lento, você se sente cansada, pode engordar sem nenhum motivo aparente, a menstruação pode atrasar ou vir mais de uma vez por mês e também sofre com a perda de memória. Além disso, a doença causa queda de cabelo, unhas quebradiças, pele e cabelos muito secos e você tende a ficar mais sensível.

Já o hipertiroidismo também é mais comum entre as mulheres, mas tem uma taxa de pacientes bem inferior ao hipotireoidismo. Ele é justamente o contrário do outro problema: a glândula da tireoide acelera demais o metabolismo, a ponto de prejudicar o organismo. É quando existe a produção acelerada dos hormônios T3 e T4. A maior causa é o consumo exagerado de iodo que fica alojado no corpo.

Quando se fala em sintomas, o hipertireoidismo também é o contrário da outra disfunção: o metabolismo acelera, você pode sentir o coração bater de forma mais rápida, favorecendo o surgimento do nervosismo, da maior produção de suor no corpo, pode surgir tonturas ou tremedeiras e também pode acontecer de você perder muito peso em pouco tempo. O único sintoma em comum é a queda de cabelos e as dores musculares.

Toda vez que você sentir esses sintomas, seja do hipo ou do hipertireoidismo, procure um posto de saúde mais próximo a sua casa ou consulte com um endocrinologista. Só um exame de sangue é capaz de diagnosticar alguma alteração na tireoide e, assim, você poderá ter o tratamento correto. Os dois tratamentos são por medicamentos que ajudam a regularizar os índices de hormônios e voltar a fazer seu metabolismo funcionar numa boa.

Hipotireoidismo e hipertireoidismo. Qual a diferença dessas duas doenças?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.