Mirena: O DIU Hormonal

Lembram que no post de ontem falei de uma pesquisa que sugere que o DIU é mais seguro que a pílula?

Pois bem, agoniada que sou, fui na gineco hoje de manhã pra saber um pouco mais.

O meu interesse, na verdade, era no DIU de cobre, porque é um método não hormonal, coisa que muito me interessa, mas ouvi tantassssss coisas ruins sobre ele, como dores e aumento do fluxo menstrual, que mudei de interesse (hehehe).

Como gostei do que escutei sobre o Mirena, vou repassar pra vocês, tá?

Foto: Reprodução

O Que É?

O chamado “DIU” hormonal é, na verdade, um SIU (sintema intra-uterino), um método de contracepção endógeno de longa duração.

O formato é basicamente o mesmo do DIU (T), com a diferença de ser um “reservatório” de levonorgestrel, que é um hormônio  progestogênico igual aos utilizados nos demais contraceptivos hormonais.

Como Funciona?

O Mirena age dentro do útero, formando um muco que dificulta a passagem dos espermatozoides e a consequente fertilização do óvulo.

Ao  inibir a mobilidade e a função do espermatozoide no útero e nas trompas, o Mirena evita a gravidez, sendo altamente eficaz desde a sua colocação.

Tempo de Ação

É um método de longa duração, agindo por até 5 anos, o que é uma maravilha, sobretudo porque a gente  não precisar ficar lembrando de tomar o anticoncepcional todos os dias.

Indicações

O Mirena é indicado para quem deseja um método contraceptivo eficaz e segura, sendo  indicada ainda em casos de:

  • Menorragia Idiopática
  • Prevenção da hiperplasia endometrial
  • Endometriose
  • Mioma
  • Pessoas que apresentam intolerância ao estrogênio

Segue no próximo post!

Beijos

Ju

[email protected]

Produtos Para Cabelos em Oferta

Loja segura! Garantia do site PatricinhaEsperta.com.br