Rir Reduz a Sensação de Dor

Poucas coisas na vida são tão revigorantes quanto uma boa sessão de gargalhadas. Depois delas, parece que tudo fica mais leve e a gente se sente melhor, não é mesmo?

Os poderes de uma boa risada são tão grandes que vários pesquisadores começaram a estudar se o ditado “rir é o melhor remédio” tinha ou não fundamento.  E, para o nosso bem, tem sim, fundamento e proporciona dezenas de benefícios!

Um estudo realizado na Universidade de Oxford, na Inglaterra comprovou que uma boa risada possui a capacidade de reduzir a sensação de dor. Mas como isso pode ser explicado? Bom, o riso tem ação analgésica, e isso é gerado pela liberação da endorfina que ele provoca no nosso organismo.

A endorfina cria um estado de “euforia”, mas também age amenizando a sensação de dor. Sustenta-se que o esvaziamento dos pulmões causa esse efeito, e a “dor” que se sente ao dar uma gargalhada, daquelas que tiram o ar, parece ser a que produz o efeito endorfina.

Durante o estudo foi levado em conta o limiar de dor dos indivíduos, e o que se notou é que quanto maior o limiar de dor, menos dor ela sente. Após analisar o limiar de dor, dividiu-se o grupo em duas, e uma parte foi assistir, durante 15 minutos, vídeos engraçados enquanto outra parte foi assistir vídeos entediantes.

7ABEA24DBB81A0A8BAF223461F9B98

Ao final do experimento, concluiu-se que os indivíduos que haviam assistido aos vídeos de comédia e dado muitas gargalhadas conseguiam suportar, em média, 10% a mais de dor do que conseguiam antes de darem risada. E o oposto aconteceu com o grupo que assistiu vídeos chatos, já que eles mostraram-se ainda mais intolerantes a dor após os vídeos.

Mas vale lembrar que não é qualquer riso que faz efeito, porque o “tipo” de riso faz toda a diferença. Assim, a risada boa é aquela em que a gente gargalha, que se “embola” de rir. Ela sim gera benefícios, ao contrário das risadinhas discretas de canto de boca.

De acordo com os pesquisadores, cuja pesquisa foi publicada no Proceedings of the Royal Society B, foi o riso que permitiu que o homem tribal, nossos ancestrais, formassem grupos maiores. Ou seja, o riso tem o poder de unir as pessoas.

Sim, os macacos podem sorrir, são capazes de dar risada, mas eles não conseguem fazer isso movimentando a barriga, feito alcançado apenas pelo ser humano, e isso faz toda a diferença, pois é justamente esse tipo de risada que liberar endorfinas, que, segundo os pesquisadores, torna as pessoas mais propensas a criar laços com outras.

Os estudos são, ainda, preliminares e precisam de comprovação, mas, caso a hipótese aventada por esse grupo de pesquisadores seja realmente comprovada, ela pode explicar inúmeras coisas relacionados ao contexto social dos nossos ancestrais, como, por exemplo, os homens primitivos conseguiam se reunir em comunidades de mais de 100 pessoas, enquanto que os macacos, que assim como eles viviam em grupos, se reuniam em “comunidades” de até 50 pessoas.

Independente do fator social, a notícia de que gargalhar faz bem para a saúde é das melhores!

Beijos

Ju Lopes

Rir Reduz a Sensação de Dor
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.