Pelo encravado machuca a pele e prejudica a depilação. Saiba como evitar!

Difícil encontrar uma mulher que nunca tenha passado lâmina na axila, virilha ou meia perna. Ela é a forma que menos interfere no orçamento, é a depilação mais rápida de fazer e também a que melhor combina com as horas de improviso, em que você está desesperada, como receber convite para uma balada no sábado à noite ou para um final de semana na praia.

Bom, além de ser uma depilação para os momentos de salvação, há mulheres que preferem a lâmina em todas as vezes em que os pelos precisam ser arrancados. Isso porque ela é a que menos dói. Tem gente que não gosta da cera quente porque o calor causa um certo incômodo e na hora de arrancar, como o pelo é puxado pela raiz, dói mais. E quando se falar em dinheiro, tem muitas mulheres que escolhem a lâmina em vez do laser porque a segunda opção é muito mais cara que a primeira.

Se o seu uso de lâmina é só nas horas de desespero ou se ela já virou parte da sua rotina na hora de depilar, não importa muito quando o assunto é pelo encravado. Essa é a técnica que mais encrava os pelos porque eles são quebrados bem no poro onde nascem e não arrancados desde a raiz, como a cera quente e o laser. Por isso, também, é que a lâmina não causa nenhuma dor à mulher, justamente porque o pelo é cortado e não arrancado.

depilacao

Quando você corta o pelo, fecha o poro e, quando ele nascer novamente, pode enfrentar uma pele fina na saída. Isso causa a inflamação e o pelo encrava. Outro detalhe importante é que, quanto mais este pelo for cortado, mais resistente e forte ele ficará. Não é que o pelo engrossa, mas ele fica mais resistente. Imagina o corte de cabelo: quando você tira as pontinhas, está dando força e estímulo para o fio crescer mais forte. E assim acontece com o pelo.

Quando o pelo fica mais forte, ele pode aumentar de tamanho e sentir mais dificuldade na hora de sair da pele, por isso pode inflamar e encravar. É bom, também, ficar atenta à forma com que você passa a lâmina. Isso pode, sim, prejudicar o surgimento do pelo novo. É porque quando você retira de forma contrária do formato do fio, ele também pode encravar. Já que pode mudar o sentido deles e, assim, inflamar a pele. O pelo encravado dói para ser retirado, deixa a aparência da pele mais feia e também pode causar manchas ou pequenas espinhas. E claro que você não quer isso, né?

Então, é bom começar a preparar a pele para fazer a depilação com lâmina. Antes de tudo é bom fazer uma esfoliação com um esfoliante ou com mel e açúcar. A receita do tempo da vovó funciona e consegue limpar as impurezas da pele e, também, retirar as células mortas. Sempre tente fazer a esfoliação um dia antes de passar a lâmina. Assim a pele ficará mais lisa, preparada para a depilação e as chances do pelo encravar serão menores. Na hora de passar a lâmina, a dica é sempre molhar a pele com água morna e deixar a água escorrer durante toda a depilação. Assim os poros permanecem abertos e facilitam o corte.

Pelo encravado machuca a pele e prejudica a depilação. Saiba como evitar!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Qual o sabonete mais indicado para a sua pele?
Mudanças Que Ocorrem na Pele Durante a Gestação
Tags: , ,

Faça seu comentário aqui

RSS 2.0

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.