Escova de Ácido Glicoxílico Alisa o Cabelo?

A Bianca perguntou lá no Face o que eu achava sobre o ácido glioxílico, e resolvi transformar a resposta em um post.

Partindo do princípio, só é possível alisar um cabelo “quebrando” as pontes de enxofre da cistina, e isso se faz  com ativos  como o tioglicolato, a guanidina, e os hidróxidos, por exemplo.

Além desses ativos, o formol também consegue quebrar essas pontes e mudar a estrutura dos fios.

Como o formol, queridinho da mulherada durante muito tempo, foi crucificado em praça pública (diga-se, no Fantástico), com toda a razão, começou uma busca por novas soluções.

Daí surgiram as escovas de ácido glicoxílico e carbocisteína, que prometem alisar os fios sem causar danos.

O ácido glioxílico, conhecido como ácido formilfórmico , é um ácido aldeídico, assim como o formol.

É esse ácido que possui ação desestruturadora e que rompe as estruturas da cisteína, “quebrando” as pontes de enxofre e alisando os fios.

Esse assunto já foi tema de palestra no Congresso de Tricologia, e a Profª Dra. Maria Valéria Robles, que faz parte da Câmara Técnica da Anvisa, foi clara quanto ao assunto: ácido glioxílico, quando aquecido, se transforma em formol!

Nas palavras dela, “o ácido glioxílico é o formol disfarçado”.

Precisa dizer mais alguma coisa?

Bom, caso tenha algum químico por  aqui (ou um tricologista) peço que explique  nos comentários como a coisa funciona, tá?

Já entrei em contato com um tricologista e assim que receber a resposta para todas as minhas dúvidas, publico aqui!

Beijos

Ju Lopes

Produtos para Cabelos Em Oferta. Progressivas 20% OFF!
CONFIRA

SEJA LEITORA VIP

Descontos em lojas, E-books Gratuitos e Muito Mais
enviar