Academia x Cabelo: dê fim a essa guerra!

Academia x Cabelo: dê fim a essa guerra!
Academia x Cabelo: dê fim a essa guerra!

Um erro grande que acontece com grande parte das mulheres é deixar a vaidade falar mais alto, até nos momentos em que não são necessários o uso de apetrechos de beleza como na academia, numa corrida ou em qualquer prática de exercício físico. Suar a camisa na malhação e exibir o cabelo solto na hora de praticar exercícios são duas coisas que não combinam e o resultado não é nada bom. É bem provável que você se sinta mais bonita, mais poderosa e sua autoestima se eleve com o cabelo solto. Porém, há momento para tudo e também locais mais propícios do que outros para evidenciar sua beleza.

Na intenção de se esculpir o corpo e, mesmo suada, optar por deixar os cabelos soltos, podem acontecer vários danos nos fios causados pelos suor. A atividade física oferece muitos benefícios ao corpo, mas o rabo de cavalo, o suor, os raios solares e o cloro são um dos pontos negativos dessa prática em relação ao cabelo.

O fato de prender o cabelo com elásticos pode quebrá-los e o cloro pode interferir muito na saúdes dos fios. Além dos músculos, fique sabendo que as madeixas não só precisam descansar, como também merecem atenção especial após os exercícios físicos. Quando se trata de cabelo e exercícios é sempre uma guerra, por isso, vamos ajudá-la a deixar as madeixas bem cuidadas e bonitas antes e depois das práticas esportivas.

SAIBA MAIS: Excesso de Suor: O que Fazer?

O cabelo preso te livra de maiores prejuízos
O cabelo preso te livra de maiores prejuízos

O cabelo preso te livra de maiores prejuízos

O suor é um grande inimigo de um cabelo bonito, pois o sal que está presente nele, quando em excesso, resseca o fio fazendo com que ele se torne opaco, quebradiço e sem brilho. Como nenhuma de nós queremos isso e, muito pelo contrário, queremos brilho imediato e fios inteiros, a regra é prender.

É preciso cuidado na hora de realizar essa tarefa. Ela é muito simples, mas quando feita do modo errado ou com um elástico desapropriado o risco de estrago é eminente. Prenda os fios da maneira que você mais se sente à vontade e livre para se exercitar. Escolha entre o clássico rabo de cavalo; o coque, que pode ser uma opção estilosa; e a trança. O segredo é fazê-los sem apertar ou torcer os fios.

LEIA TAMBÉM:

Sabia que a simples atitude de prender o cabelo com prendedores ou elásticos pode causar a queda ou um problema grave e, por vezes irreversível, chamado Alopécia? O tricologista Luciano Barsanti, afirma que a tração entre o objeto e o fio gera o arrancamento do cabelo. Isso pode causar a alopécia cosmética de tração, que é nada mais do que falhas que aparecem no couro cabeludo causadas pela tração realizada por meio da força em que os fios são puxados e torcidos na hora de prender.
A fim de garantir maior proteção aos fios, profissionais da beleza recomendam o uso de um leave-in antes de amarrar o cabelo. O produto age como uma película protetora que evita a quebra.
Um pecado enorme é prender o cabelo ainda molhado, pois nesse momento eles estão mais frágeis e propensos à quebra. Mulheres que usam apliques capilares precisam ter cuidado redobrado para não deixar que o suor alcance as mechas, já que elas precisam estar secas.

Prender o querido cabelo, além de evitar os danos que podem ocorrer, é também uma forma de proteção, já que o cabelo pode ficar preso há algum aparelho, principalmente se ele for longo. E quem disse que não tem como ficar bonita de cabelo preso? Se você faz parte desse grupo, invista em um preso com um topete discreto, só para não deixar o cabelo grudado na cabeça!

Há alguns produtos ideais para quem faz muita atividade física e já percebeu muitos fios quebrados no cabeça. Prefira um xampu que ofereça resistência ao fio. Existem alguns tipos de produto que evitam os fios quebrados. Também há no mercado máscaras de tratamento que prometem livrar as madeixas da quebra, que fortalecem e reconstroem a fibra capilar além de possuir ação antirruptura.

Na dúvida entre qual elástico escolher e qual deles é menos agressivo, opte por um que seja forrado com tecido. Uma outra alternativa super em conta e bem menos agressiva é fazer seu próprio prendedor de cabelo. Você só precisará de uma meia-calça que não usa mais. Basta cortar uma tira dela e envolver os fios. O material da meia-calça é delicado e suave, por isso não quebra o cabelo.

Cuidados para quem se exercita ao ar livre

Nas práticas de esportes ao ar livre temos que proteger tanto a pele, quanto o cabelo dos raios solares. Para isso invista em chapéus e bonés, preferencialmente, que eles sejam confeccionados com tecidos leves, propícios para a exposição solar. Caso o material cause abafamento entre o couro cabeludo e o suor, é possível que aconteça a dermatite. A doença causa descamação e coceira excessiva no couro cabeludo.Uma forma de prevenir é com o uso de um bom xampu ou nos casos em que a caspa é continua, é indicado esfoliar a região com um produto especifico para isso.

Proteja os fios dos efeitos nocivos dos raio solares com o uso de um leave-in termoativo ou um que contenha protetor solar na formulação. É interessante investir em máscaras de hidratação que proteja o cabelo contra a radiação solar. Se o cabelo receber coloração, o uso é ainda mais indicado. Dessa forma, os pigmentos não deixarão o fio com rapidez, já que a máscara ajuda a manter a cor.

SAIBA MAIS: Você sabe Tudo Sobre Caspa?

Atividade na piscina

Os exercícios aquáticos contam com um agravante sempre presente na água da piscina, o cloro. Essa substância consegue penetrar na área interna da fibra capilar. A situação se agrava quando o cloro entra em contato com um cabelo que já está ressecado, pois nesse caso as cutículas já estão abertas, o que facilita a absorção.

Quando o cloro toca nos fios a sensação é de que o cabelo perdeu toda a hidratação e mais parece uma corda do que aquele cabelo que a gente gasta horas no salão hidratando. Ele age da mesma forma que o suor quando se trata de ressecamento dos fios. Mas a consequência é ainda maior, porque além disso, ele também age no desbotamento das madeixas. Esse é um dos temores das mulheres loiras. É nessas horas que, às vezes, os fios ficam verdes e a luzes bonitas vão embora. Esse fato desagradável depende da concentração de produto e do tempo em que as mechas foram feitas.

Evite os males desse ativo utilizando um óleo de sua preferência ou um silicone. Esses produtos protegem os fios porque os envolvem evitando a ação do cloro no cabelo, já que o película impede que ele entre em contato abundante com o fio. Uma boa dica natural é lavar os fios com água doce, tanto antes, quanto depois do exercício na piscina.

E depois da atividade física, o que fazer?
E depois da atividade física, o que fazer?

E depois da atividade física, o que fazer?

Agora que já sabemos os efeitos do suor, do sol e do cloro nos cabelos, só nos resta combatê-los e, assim, evitar que eles continuem agindo nos fios após os exercícios. Alguns profissionais afirmam que não é indicado lavar o cabelo diariamente porque ele perde a oleosidade natural. Entretanto, abrigar suor e outras substâncias no couro cabeludo pode ser muito mais prejudicial do que lavar todos os dias.

Como poucos minutos numa atividade física já é o suficiente para gerar suor no corpo e no couro cabeludo, a ordem é lavar os fios para retirar as impurezas. O hair Stylist, Claudinho Moreira, ensina que o melhor a se fazer após um circuito de exercícios é correr para banho. Para ele, não existe a história de que é proibido lavar as madeixas todos os dias, já que dormir com o cabelo suado e sujo é muito pior. Por isso, é sempre bom lavar o cabelos com os produtos indicados e hidratá-los frequentemente para que vitaminas e nutrientes sejam repostos à cabeleira.

Quando há prática de mais de uma atividade como por exemplo natação e musculação, os riscos são ainda maiores. É super necessário criar uma rotina de cuidado capilares essenciais na luta contra a fragilidade, opacidade e ressecamento dos fios. Dependendo dos casos, a hidratação deve ser feita de duas a três vezes por semana. Enquanto a hidratação profunda é indicada em uso semanal.

Para quem tem cabelos longos

As donas de cabelos muito longos precisam se atentar ao fato de prender os fios enquanto praticam exercícios. Como o cabelo é muito grande, além de reter suor n couro cabeludo, as pontas se arrastam no corpo, geralmente nas costas, nos braços e nos ombros. Isso faz com que os fios fiquem ainda mais ressecados e opacos, já que além da raiz as pontas também são atingidas e ficam cheias de substâncias danosas para os cabelos. O ideal nesse caso é fazer um coque frouxo para que não haja atrito entre os fios. Dessa maneira, o cabelo sofre menos.

Academia x Cabelo: dê fim a essa guerra!
5 (100%) 1 Voto

Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.