Corte Químico: O Que Fazer

Já passei por corte químico duas vezes, uma recentemente, mas já vi o cabelo emborrachar algumas vezes, então sei mais ou menos o que fazer nessas situações.

A primeira coisa a fazer é, ainda no salão, algum tratamento de emergência, tipo Extreme Up, ou outro tratamento reconstrutor potente para tentar repor a massa perdida e dar força aos fios.

Isso deve ser feito imediatamente, justamente para tentar evitar danos maiores.
Aproveite e tente negociar com a cabelereira um pacote de tratamento, já que você vai precisar de muitas sessões e isso costuma custar bem caro.

Sim, em alguns casos é preciso fazer reconstruções semanais, intercalando com hidratações potentes, mas, na maioria das vezes, o recomendado é que a reconstrução seja feita de 10 em 10 ou de 15 em 15 dias, para evitar a sobrecarga de reconstrução, que leva os fios a “partirem”.

Vale lembrar que as hidratações também são essenciais nesse período, pois os fios perdem, além de massa capilar, água, e fazer reposição hídrica é indispensável para o sucesso do tratamento, até porque antes de reconstruir é preciso hidratar.

Invista também em um bom kit de shampoo, condicionador e leave-in, que pode ser reconstrutor ou hidratante (mais sobre isso no próximo post!).

Uma dica MUITO importante: não deixem os fios molhados!

Pode parecer contraditório, já que o calor do secador estraga os fios, mas o fato é que, no salão onde estou tratando o cabelo desse último corte químico, me recomendaram secar os fios imediatamente após a lavagem e percebi que isso ajuda sim, porque cabelo elástico e molhado é uma combinação perigosa, porque os fios embaraçam muito, embolam horrores e isso torna mais fácil a “quebra”.

Além disso, a pausa nas lavagens deve ser de dois dias.

O motivo? Bom, quando a gente lava o cabelo e aplica algum tratamento, mesmo que seja um condicionador potente, secando em seguida, os nutrientes são depositados nos fios e ocorre um “selamento” temporário devido ao uso do secador.

Para que o efeito seja mais efetivo, esses nutrientes precisam permanecer no interior do fio, senão é jogar dinheiro fora!

Mais sobre corte químico nos próximos posts, tá?

Beijos

Ju Lopes

Corte Químico: O Que Fazer
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

4 Comments
  1. esses tempos passei por isso,com o cabelo molhado dava pra ver o estrago ai quando eu secava dava uma melhorada,agora depois de muita nutriçao ,hidratação e reconstrução ele deu uma aprumada….vamo ver agora na proxima descoloração…..

  2. Juu help!
    Eu faço alisamento na raiz com o wellastrate (tioglicolato de amônia) e progressiva com ácido glioxílico.. os dois são compátiveis com descoloração? Quero fazer luzes mas tô em dúvida por que fui pintar meu cabelo (tinta koleston) e ele ficou meio emborrachadinho!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.