Dieta da Banana: Já Conhece?

Gosta de banana? Então essa é a dieta certa para você! Mas, calma lá, não é preciso comer banana o dia todo e ela também não é a base de todas as refeições da dieta, nada disso.

Na dieta da banana apenas o café da manhã é composto por bananas. A razão de consumir apenas bananas no café da manhã é que, segundos os nutricionistas japoneses que criaram essa dieta, ela é rica em enzimas e em amidos que ajudam na digestão, melhoram o processo digestivo, melhoram o trânsito intestinal e aumentam a saciedade, o que contribui para o processo de emagrecimento e de perda de peso.

Para quem acha que essa é uma daquelas dietas loucas e radicais, aviso logo: essa está mais, muito mais, para uma reeducação alimentar do que qualquer outra coisa. Tanto que a quantidade média de peso eliminado por mês não é das maiores, já que varia de 3 a 5 quilos.

Café da Manhã só com Banana!

Para quem está acostumado com café quentinho, pão, bolo e queijo, comer uma única banana na primeira refeição do dia pode não parecer muito atrativo, mas, acreditem, os benefícios compensam.

Uma única banana crua (prata, maçã, nanica ou qualquer outro tipo de banana, desde que seja consumida crua) é o suficiente para começar o dia pois ela é fonte de carboidratos que garantem a energia de que o corpo precisa para funcionar bem. Outra coisa, não pode ser banana cozida, frita, nem amassada, precisa ser a fruta ao natural e inteira.

bananas--d843e19a-c730-49b7-82e4-d4a3d2988e5c-0-538x355

Como a banana contém, em média, 90 calorias, pode-se comer mais de uma caso você não se satisfaça apenas com uma, mas pare quando sentir que está satisfeito e não cometa exageros.

Existe uma outra versão da dieta que recomenda o consumo de quatro bananas e dois copos de água morna no café da manhã já que, supostamente, essa mistura formaria uma espécie de gel que demora mais para ser digerido, o que, consequentemente, aumentaria a sensação de saciedade. Estando mais saciada, a pessoa tende a comer menos na refeição seguinte.

Contudo, a versão primeira da dieta da banana recomenda o consumo de apenas uma banana, sem a necessidade de ingerir água em seguida, muito menos água morna. Independente do fato da água ser morna ou não, a banana formará esse gel desde que esteja em contato com a água, e isso acontece porque é um alimento rico em fibras.

Assim, caso você não fique satisfeito com o café da manhã, faça um lanche de até 200 calorias cerca de 30 minutos após essa primeira refeição.

Nutricionistas sustentam que a presença de açúcar na banana (e também em outras frutas) não é suficiente para garantir a completude da primeira refeição do dia, pois, apesar da banana ser uma ótima fonte de açúcar e, portanto, uma boa opção para o café da manhã, que é quando o organismo necessita de mais energia, ela sozinha não garante tudo o que o organismo precisa.

Além de açúcares, a banana é rica em FOS, um tipo de prebiótico que gera o crescimento das “bactérias do bem”, que são bactérias benéficas do intestino. Isso significa que o seu consumo auxilia na redução das toxinas e potencializa a absorção de nutrientes pelo trato digestivo.

No mais, a banana é fonte rica de pectina, uma fibra solúvel muito benéfica para o organismo, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol, além de ser rica em potássio, que ajuda no controle da pressão arterial, em triptofano, que é o precursor da serotonina, que está relacionado ao bem-estar e ajuda no controle da insônia, da depressão e da ansiedade, e, por fim, é fonte de vitamina B6, que ajuda na comunicação entre nervos e músculos.

O problema, e isso é uma crítica a essa dieta, é que, na grande maioria das vezes, só uma banana não dará conta de fornecer tudo o que o organismo precisa para ter pique pela manhã. O café da manhã precisa ser completo e incluir proteínas, carboidratos, gorduras (as boas), fibras e vitaminas, e uma única banana não pode fornecer tudo isso, então é sempre bom que o café da manhã conte com cereais integrais, queijo (proteína), iogurte, leite, pão e frutas.

Almoço e Jantar: Como Funcionam?

Uma das vantagens dessa dieta é que não existem limites calóricos previamente definidos para cada refeição, muito menos alimentos proibidos ou permitidos. A única coisa que não pode, que é realmente proibida, são as sobremesas, mas, fora isso, pode-se comer de tudo, o que é bem legal porque restrição de grupos alimentares não é o ideal para uma reeducação alimentar.

Claro que, ao fazer dieta, a tendência é que passemos a nos alimentar de forma mais saudável, dando preferência a alimentos frescos, frutas e verduras, e deixando de lado as gorduras, as frituras, o fast food e todas aquelas comidinhas “gordas” que a gente tanto ama, e isso é ótimo, e é dessa forma que essa dieta deve ser levada.

bananas-raw-538-538x286

Óbvio que, estando em dieta de redução de peso, não vale cometer exageros e comer até se empanturrar. É preciso parar quando estivermos satisfeitos, e essa é uma consciência que precisa ser desenvolvida, já que um dos grandes responsáveis pelo aumento de peso é o fato de comermos mais do que precisamos, é comer para os olhos e não para o estômago. Ou seja, comemos muito mais do que o que nosso corpo realmente precisa e acabamos ganhando peso em excesso.

Uma boa forma de desenvolver essa consciência é evitar comer enquanto estiver fazendo qualquer outra coisa, porque essas coisas geram distração, e a gente acaba comendo sem sequer perceber.

Portanto, tudo o que você ingerir, que seja com calma, sentindo o gosto do alimento e mastigando pacientemente. Isso é bem importante porque a grande maioria engole a comida sem nem prestar atenção no gosto, na textura e, muitas vezes, sem mastigar direito.

Como demora, em média, 20 minutos para que o cérebro mande a mensagem de saciedade, é essencial comer devagar pra não comer em exagero, porque o corpo demora para “perceber” que já está saciado.

Assim, faça da sua refeição um momento de prazer, um ritual, assim como os franceses fazem. Coma com calma, sinta o sabor de cada alimento com cuidado, mastigue repetidas vezes e reserve ao menos 20 minutos para fazer suas refeições. Isso vale não só para a dieta da banana, mas para qualquer dieta ou reeducação alimentar, e é algo que devemos aprender e praticar pelo resto da vida.

A Hora e a Vez do Lanche!

Para evitar que se coma demais nas refeições principais, é importante fazer lanches intermediários, que podem sim, ser saborosos, embora pouco calóricos. Escolha frutas frescas e até doces, desde que não sejam doces “processados” e muito calóricos. Uma boa opção são os pêssegos ou abacaxis em calda, que são saborosos e pouco calóricos.

Além de ajudar na saciedade, os lanches estabilizam os níveis de glicose, o que evita as crises de compulsão que são comuns quando os níveis de açúcar no sangue caem. Isso causa, ainda, a queda do metabolismo, que não é nada interessante para quem deseja eliminar peso, não é mesmo?

Além dos lanches, pode-se fazer uma pequena refeição, preferencialmente composta por frutas, após o jantar caso você sinta fome, mas só em casos extremos mesmo, pois o ideal é que se evite a chamada “ceia”.

Os lanches não devem contar com mais de 250 calorias, já que a soma deles, contando três ao dia, daria, em média, 750 calorias, o que é bastante, levando-se em consideração que uma dieta de redução de peso conta com, em média, 1800 calorias diárias.

Água: Quanto mais Melhor!

A água faz muito bem para o organismo e isso todo mundo sabe, não é mesmo? Ela manda as toxinas para fora, mantêm a temperatura do corpo estável, regula a frequência cardíaca e a pressão arterial, ajuda na circulação, hidrata e é essencial para o correto funcionamento do organismo, dentre muitas outras coisas. Assim, o seu consumo é sempre recomendado, claro.

Na dieta da banana, a água é a única bebida permitida junto às refeições, e sempre em temperatura ambiente. Além disso, é essencial que a água seja ingerida aos poucos, em pequenos goles, para não ficar com aquela sensação de estufamento, sabe?

Outras bebidas, desde que não sejam calóricas, como café e chá sem açúcar, sucos e refrigerantes diets, são permitidos, desde que não sejam consumidos junto às refeições. Contudo, mesmo sendo permitidas, é melhor priorizar a água, que não tem calorias, não faz mal ao organismo e ajuda seu corpo a funcionar muito melhor.

Diário da Dieta: É Bom ter Um!

Documentar o que se come é uma ideia bem boa para ter um certo controle do que se ingere e saber onde estão os possíveis erros e excessos. É que muitas vezes a gente não tem a menor noção do que nos faz engordar ou do que nos impede de emagrecer, e documentar tudo o que comemos ajuda bastante nesse controle, pois vendo o que está em excesso podemos eliminar mais facilmente.

Faça um diário, real ou virtual, e coloque tudo o que você come e bebe, tudo mesmo, mesmo que seja um pedacinho de fruta, além dos horários e do peso semanal. Na semana que notar que não houve um emagrecimento, volte no diário e veja o que pode ter contribuído para isso.

Dormir Mais Cedo é De Lei!

Você é do tipo que só consegue pegar no sono na madrugada? Tá na hora de rever seus conceitos!

A recomendação da dieta da banana é que o horário de dormir seja, no máximo, meia noite, mas o melhor mesmo é correr para cama e pegar no sono antes, pois o correto é que tenha-se um intervalo de quatro horas entre a última refeição e o horário de dormir. A recomendação oficial é que o café da noite ou a janta ocorra às 18hs, mas como isso é altamente complicado, que seja, no máximo, às 20 hs.

O sono é muito importante na dieta da banana, pois é durante ele que liberamos os hormônios que atuam no controle do apetite, na sensação de saciedade e até na queima da gordura. É por esse motivo que as pessoas que dormem pouco ou mal tendem a engordar, pois a liberação dos hormônios fica comprometida, e quando isso acontece, o peso tende a aumentar.

Dormir bem é essencial, e embora cada um tenha uma necessidade diferente é preciso dormir ao menos seis horas por noite para que todos os processos orgânicos se completem. O importante é que o sono seja reparador. Ou seja, mais que dormir, é preciso dormir bem, é preciso que o sono tenha qualidade.

Outra coisa que vale lembrar é que quanto mais tempo ficamos mais acordados, mais comemos, claro, e não é isso que uma pessoa que quer emagrecer deseja.

Tem Que Malhar?

O ponto mais polêmico da dieta, e não são poucos, é que ela não faz nenhum tipo de recomendação sobre a prática de atividade física, que, como se sabe, ajuda nos processos de emagrecimento e é essencial para a saúde e também para o bem-estar.

Assim, apesar de existir um certo “incentivo” quanto à prática de caminhadas, não existe a obrigação de praticar nenhuma atividade física, o que é sim um erro, pois o exercício físico deve sempre ser estimulado, já que o sedentarismo não traz nenhum benefício, ao contrário, só faz mal, tanto para a saúde quanto para o “projeto” de emagrecimento e perda de peso.

Portanto, atividade física três vezes (no mínimo) por semana é essencial, e ajuda a emagrecer, sobretudo porque aumenta o gasto energético, melhora o nosso metabolismo e evita que a perda de peso fique estacionada.

Não vi muita novidade nessa dieta não, e, para falar a verdade, acho sem “eixo” comer só uma banana no café da manhã, porque é lógico que uma banana não irá sustentar ninguém por muito tempo, muito menos quem pratica atividade física, sabe? Fora que o café da manhã é a refeição mais importante e deve ser a mais completa.

Beijos

Ju Lopes

Dieta da Banana: Já Conhece?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.