Categorias Dieta

Dieta Macrobiótica: como funciona?

05
Dieta Macrobiótica: como funciona?

Dieta Macrobiótica

Tudo o que queremos na vida é o equilíbrio não é mesmo? Seja quanto ao corpo, mente, trabalho, lazer e até mesmo alimentação. O melhor é ter uma dosagem que nos traga leveza, felicidade e também bem-estar. Pois bem, essa é a principal proposta da Dieta Macrobiótica, que de tão diferenciada vai fazer você mudar completamente seus hábitos. Foi um japonês, Sagen Ishuzuka, que no início do século passado reuniu conceitos para criar uma das dietas que, segundo estudos, podem até mesmo prevenir doenças graves como o câncer.

Como funciona?

Como ela funciona? É mais simples do que você imagina, mas há também  certa complexidade e vamos explicar porquê. Em primeiro lugar, a Dieta Macrobiótica leva em conta a saúde. Comer para ele significa enviar ao corpo não só a nutrição necessária, mas também bem-estar, equilibrando os dois polos do nosso corpo, o yin (negativo) com o yang (positivo). O sentido é evitar que esses dois polos de nosso corpo entrem em atrito, e que consigam conviver harmonicamente com todas as suas diferenças através de uma nutrição ideal.

Preciso mudar muito?

Sim. Se você vai iniciar uma Dieta Macrobiótica, saiba que é uma quebra de hábitos antigos e um novo recomeço quando se trata de alimentação. Nada de produtos industrializados ou processados, bebidas com muito açúcar como os refrigerantes ou que contenham álcool.  Carnes, café, alimentos lácteos, aves, chocolates, farinha refinada. Tudo é proibido. Mas, em compensação, você terá inúmeras possibilidades saudáveis. Calma, antes que você desista, pense na sua saúde e nos inúmeros estudos que já foram feitos destacando que certos tipos de alimentos, principalmente os que contêm muita gordura, açúcar, produtos químicos e conservantes podem causar doenças graves.

O que você pode comer?

Em primeiro lugar, o melhor hábito é o preparo de forma tradicional da comida.  Estão permitidos frutas, sementes, nozes, peixes, vegetais, feijões, grãos, soja fermentada e sopas. Voltando ao equilíbrio corporal, é preciso dosar os alimentos yin e os yang. Como? É simples. Há uma lista de alimentos que são considerados com energia yin como o centeio, aveia, milho, cogumelo, abóbora, entre outros.

Já os alimentos com polaridade yang são o repolho, alface, alecrim, sal marinho não refinado, baunilha, rabanete, cebola, salsa, cenoura, somente para citar alguns.

  🔥HIDRATAÇÃO CASEIRA🔝🔥
    1. 🔝Hidratações caseiras
    2. 🔝Hidratação profunda caseira
    3. 🔝Óleo de coco no cabelo
    4. 🔝Hidração com azeite
    5. 🔝Cronograma Capilar Oficial

Ao equilibrar o consumo desses alimentos, nosso corpo também consegue equilibrar as características individuais de cada pessoa. Por priorizar a alimentação natural, o corpo responde melhor, com um ótimo funcionamento do intestino e também eliminação de toxinas.

Mas ela emagrece?

Aí é que está a grande questão. Ela não é, propriamente, uma dieta para emagrecimento. O que ela propõe são hábitos de vida mais saudáveis. Há, nessa dieta, muito carboidrato e também cereais. Esses fatores podem não produzir os quilos a menos tão desejados em uma dieta para emagrecimento convencional. Se há pontos positivos? Diversos. Restringir a proteína, cortar o álcool e o açúcar são muito favoráveis para o corpo. Há diversos estudos associando diversos tipos de câncer ao uso indiscriminado desses alimentos. Mas, pelo menos a princípio, não há um emagrecimento substancial.

Com tantos alimentos naturais, por que não ocorre o emagrecimento?

Porque a Dieta Macrobiótica segue um padrão criado Sagen Ishuzuka para equilibrar o consumo de grãos, vegetais, sopas, além de água e chá. Os grãos inteiros devem integrar 60% da dieta, enquanto as frutas e vegetais, 25% e o restante pode ser consumido com sopas e missô.

Se você quiser tentar fazer a Dieta Macrobiótica, nosso conselho é que antes procure um especialista. Isso porque esse tipo de dieta tem um cardápio que tem carência de vitaminas e minerais como as vitaminas B12 e D, além do cálcio e do ferro. Por causa dessas restrições, é sempre bom procurar o seu nutricionista para que ele indique todos os exames necessários para avaliar o seu estado de saúde.

Retirar drasticamente alguns tipos de alimentos pode, a princípio, gerar ansiedade, mal-estar, irritação, fraqueza, e outros tipos de sintomas. Nossa dica é que após conversar com o seu médico, você comece sua dieta com calma e vá, aos poucos, modificando sua alimentação. Se sentir confortável, vá retirando os alimentos proibidos na Dieta Macrobiótica e acrescentando os que são mais indicados.

Mulheres grávidas, lactantes ou crianças não devem fazer essa Dieta sem antes conversar com o médico. Isso porque em grávidas, ela pode aumentar o risco de anemia, além de levá-la a tomar suplementos de minerais. Já crianças e adolescentes podem ter atraso de crescimento devido à falta de alguns nutrientes e vitaminas.

Quais são as principais vantagens da Dieta Macrobiótica?

São vários os benefícios comprovados desse tipo de dieta. Ela reduz o risco de obesidade, equilibra o colesterol, previne a diabetes, controla a pressão arterial, além de facilitar o funcionamento do intestino e evitar diversos tipos de câncer.

Veja aqui algumas receitas da Dieta Macrobiótica:

Arroz integral

No preparo, coloque 4 copos de água para ferver e coloque 2 copos de de arroz, com um pouco de sal. Deixe cozinhar por 45 minutos.

Banana assada

Escolhe de 4 a 6 bananas nanicas com casca e leve-as ao fogo por cerca de 20 minutos. Depois, descasque e coloque um pouco de mel.

Salada

Corte a quantidade desejada de repolho roxo, cenoura, cebola, brócolis, maçã. Coloque em uma vasilha todos os ingredientes e deixe prensada (basta colocar uma tampa e algo por cima) e deixe por alguns minutos. Depois, tempere com um pouco de sal marinho, azeite, e ervas frescas.

Sopa de missô

Para o preparo dessa sopa, você vai precisar de missô de cevada ou de arroz, cebola, cenoura e alga wakame, gengibre e cebolinha. Coloque uma quantidade de água suficiente para a sua sopa e adicione cenoura, cebola, que devem estar cortadas em cubos bem pequenos. A dica é deixar cozinha por 15 minutos, adicionar a alga –  que também deve estar cortada em tiras finas. Quando a sopa alcançar a fervura, coloque 1 colher de sobremesa de missô. Quando conseguir dissolver o missô, desligue. Depois coloque um pouco de gengibre ralado e a cebolinha.

Viu como é fácil fazer os pratos da dieta macrobiótica. Que tal preparar alguns para sentir o sabor dessa dieta?

Compartilhar
Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

Postagens recentes

  • Cabelos

Hidratação com Leite de Coco e Limão

Hidratação com Leite de Coco e Limão   Cabelos lisos, encaracolados, coloridos, loiros, longos, curtos... São diversos os tipos e…

  • Beleza

Como Tirar Olheiras – Tratamentos, Receitas Caseiras, Causas, Vídeos

Como Tirar Olheiras Não são poucas as pessoas que sofrem com as olheiras, uma sombra que pode variar de cor…

  • Cabelos

Umectação Capilar: O Que É? Como Fazer

O que é umectação capilar? O que é umectação capilar Diariamente, os cabelos sofrem, não apenas com os procedimentos químicos,…

  • Maquiagem

Como Aplicar Batom Vermelho – Boca Perfeita

Como aplicar batom vermelho 💄 Hoje o tutorial é para você mulher que quer saber como aplicar batom vermelho sem…

  • Cabelos

Desmaia Cabelo De Tapioca – Melhor Receita Passo a Passo

Desmaia cabelo de tapioca Oi minha linda 💖 Hoje você vai aprender a fazer o desmaia cabelo de tapioca. Com…

  • Unhas

Unhas fortes e grandes: com ter?

Unhas fortes e grandes Unhas quebradiças e frágeis são comuns na maioria das mulheres, mas existem meios de evitar esses…