Como escolher o blush certo e passar sem erro?

Sair de casa com a cara pálida, sem passar um blush, é jogar toda a produção de roupa, olho e boca no lixo. Um rosto sem cor e sem aparência saudável prejudica a imagem que você passa aos outros e é nessa hora que o blush entra em ação e ajuda você a ficar com um rosto delicado, bronzeado, suave ou bem marcado, conforme a sua intenção. Mas, também não vale sair por aí como uma boneca toda rosa ou bem laranja. O blush não serve para isso, ok? É preciso acertar o tom e a mão na hora de dar umas pinceladas nas maças do rosto. É um toque suave que harmoniza sua face, não o contrário!

A maquiadora Ângela Mineira, de São Paulo, alerta que o blush só deve ser aplicado depois do protetor solar, do primer, do corretivo e da base. Nessa ordem! É importantíssimo, segundo ela, que o blush seja o acabamento do make, para ficar natural e não super carregado. “Ele que quebra o tom claro que a base provoca no seu rosto. Se passado antes da base, não vai dar o mesmo efeito e você vai continuar com a cara pálida”, afirma a profissional.

blush-certo

Na hora de escolher a cor do blush a ser usado, leve em consideração o tom da sua pele e dos seus cabelos. Por exemplo: não adianta passar um tom de maquiagem muito bronzeado se você já está com a pele morena do sol. E o mesmo vale para as branquinhas: um tom muito claro não vai criar um contrate necessário para dar o ar de saudável e acabar com o afeito opaco da base. Um truque que Ângela ensiva é dar leves batidinhas na maça do rosto quando não tiver nenhum produto de maquiagem na pele. Em poucos minutos seu rosto vai ficar marcado. O tom que surgir no local das leves batidinhas deve mostrar qual o tom mais apropriado de blush para a sua pele.

Claro que não é para você se bater e nem ficar roxa! Para isso não acontecer, a maquiadora afirma que mulheres com a cor de pele mais branca, puxando para o médio claro e o bege, podem pincelar as bochechas com um tom mais rosado ou pêssego, que realça bem a região do rosto. Já as mulheres com pele negra ou morena, podem investir nas cores mais puxadas para o vinho e o laranja. E quem tem pele bronze, fica bem em um tom pêssego ou marrom dourado.

A intenção do blush é, sem dúvida, dar um tom a sua pele. “Sempre procure aplicar o produto com um pincel de cerdas fofas e bem largas, volumosas, para ajudar a espalhar bem. Blush acumulado ou muito marcado não é legal. O truque do biquinho na frente do espelho vale para quem tem muita bochecha. Já as mulheres que têm poucas bochechas e querem aumentar, é indicado sorrir e passar o blush na parte que fica saliente com o sorriso”, afirma a maquiadora.

Você pode usar blush tanto durante o dia, quanto numa festa. Em casamentos, formaturas ou festas em que você será alvo de flashes, vale a pena carregar um pouco mais, pois acontece do flash da máquina fotográfica acabar com o seu blush. Caso contrário, só leves pinceladas, ok? Um segredo para não errar a dose na hora de colocar o blush no rosto é passar o pincel no produto e antes de aplicar diretamente nas maçãs do rosto, bata o pincel na própria tampa do blush ou em um papel, para que o excesso caia e não grude no seu rosto.

O sentido de aplicação também interfere no resultado. Como você quer parecer saudável, sempre aplique de cima, bem no alto das maçãs do rosto, para baixo, no sentido do nariz. Mas pare antes mesmo de chegar perto dele!

Como escolher o blush certo e passar sem erro?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.