Uau! Estou grávida?!

VER + DICAS

Uau! Estou grávida?!

Parabéns mamãe, teste de gravidez positivo! Esta notícia é ótima, afinal há muito tempo você já planejava ter filhos. Mas e agora? Estou grávida!! Dúvidas, medo, alegria, ansiedade… Qual será o sexo do bebê? E o rostinho dele, será mais parecido com o papai ou com a mamãe? Quantas perguntas…

É assim mesmo, durante a gravidez pensamos no enxoval, na decoração do quarto, na nossa responsabilidade em cuidar do bebê e principalmente que, tanto ele quanto nós estejamos saudáveis até o final da gestação.

Pensando assim, então o primeiro e mais importante passo é iniciar os cuidados com a saúde. Buscar o acompanhamento de um obstetra, de um nutricionista e um educador físico para começar desde já a cuidar bem do seu corpo será a sua nova rotina.

Exercícios físicos para gestantes?!

Sim, praticar exercícios físicos durante a gravidez é muito positivo, quando bem orientados. Os benefícios são muitos: Proporciona uma sensação de bem estar, vai deixá-la mais saudável e disposta. Previne, a pré-eclâmpsia que é o aumento da pressão arterial, o diabetes gestacional, inchaços, dores nas costas, câimbras, síndrome do túnel do carpo, constipação. Também ajuda no controle do peso, aumenta a autoestima, além de deixar você mais tranquila na hora do parto e a obter uma recuperação bem mais rápida. Desde que o seu médico libere, os exercícios físicos podem ser praticados mesmo no início da gravidez.

Os exercícios físicos ajudam o seu bebê a se desenvolver melhor

Pesquisa realizada por cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, em 2009, indicam que a prática de atividade física, sob acompanhamento médico, faz bem à gestante e ao bebê. Os exercícios contribuem também com o desenvolvimento do feto.

Os cientistas analisaram os movimentos do feto em gestantes com idades entre 20 e 35 anos. As gestantes foram divididas em dois grupos: aquelas que faziam, pelo menos, 30 minutos de atividade física regularmente, três vezes por semana e as que não praticavam exercício algum.

O resultado foi surpreendente: a frequência cardíaca os bebês que as mães praticavam atividade física regularmente apresentava-se mais baixa, quando ocorria qualquer tipo de movimento, o que indica benefício cardiovascular para o feto.

Estou grávida!! Quais os exercícios que devo evitar?

As atividades que devem ser evitadas são aquelas de alto impacto, com mudanças bruscas de direção, as que possuem elevado risco de queda e também que podem causar traumas no abdômen. Mesmo que você esteja acostumada a fazer exercícios físicos de alto impacto, durante a gravidez eles devem ser evitados. O alongamento também precisa de cuidados especiais. Por isso é importante o acompanhamento de um profissional. Ele é capaz de orientar corretamente e adequar a carga de exercícios de acordo com as suas condições e limitações.

Caminhada, natação, musculação, hidroginástica são os exercícios mais indicados para a gestante

São vários os tipos de exercícios que você pode fazer se estiver gestante: caminhadas, natação, musculação, hidroginástica, sempre orientada por um profissional especializado. A base dos exercícios é para evitar os desconfortos causados durante a gravidez como também os problemas que podem aparecer, além de preparar o corpo para o parto.

Os mais importantes são para o abdômen, realizados através de contração isométrica, ou seja, a mamãe contrai a musculatura e a segura contraída por alguns segundos. Os exercícios do assoalho pélvico também são muito importantes. Eles ajudam a contração, na hora do parto, e ainda previnem incontinências urinárias.

Existe diferença de atividade física para cada fase da gravidez

O profissional precisa elaborar um programa de treinamento de acordo com a fase gestacional. É preciso identificar o trimestre de gestação e adequar a atividade física. Por exemplo, geralmente a partir do terceiro trimestre a gestante já sente mais cansada e com menos mobilidade física, então as atividades não devem ser muito intensas. A ênfase é na respiração e relaxamento.

Estou grávida!! Devo continuar atividade física depois do parto

Para retornar com o programa de treinamento, você vai precisar novamente da autorização do seu médico. Esse período costuma ser de seis semana, após o parto normal, ou pode levar até dez semanas, aproximadamente, se for uma cesariana.

Iniciar com as contrações isométricas e aos poucos fazer as elevações de cabeça em decúbito dorsal é o mais indicado. Os exercícios da musculatura do assoalho pélvico previne a incidência de incontinência urinária após o parto, que costuma ser muita.

Uma outra tarefa importante após o parto é fazer com que a mãe se reequilibre. O seu centro de gravidade foi alterado durante a gestação e fazer exercícios que exijam equilíbrio pode ser uma boa tática após o parto.  Melhorar também a condição aeróbica é muito importante. A mamãe estará amamentando e precisa estar bem condicionada para esta exigente tarefa.

VER + DICAS
Saiba Mais

#QUEROMUITO

A NOSSA LOJA ONLINE
 Oferta de 30% Progressivas
QUEROMUITO