Como tratar a endometriose?

Mês sim e outro também. Não tem jeito: quando a mulher não engravida, o endométrio, que é um tecido ao redor do útero, fica no aguardo de um feto, fica todo escamado, causando a menstruação. Até aqui, tudo normal. Todas as mulheres menstruam quando não estão grávidas. Só que o problema acontece quando essa escamação que deveria ser eliminada, fica grudada ou perto dos ovários, causando dor e cólicas forte. Esse processo é chamado de endometriose e atinge milhares de mulheres de todo o Brasil, de diferentes idades.

É uma doença que faz o endométrio crescer mais que o normal, ficando muito maior e causando desconforto, principalmente na hora de fazer xixi e ter relações íntimas. E para você ver como não é um assunto pequeno, saiba que hoje existem mais ou menos seis milhões de brasileiras que sofrem com esta doença. O maior risco disso, caso não seja diagnosticada e tratada com muita antecedência, é não conseguir engravidar. É isso mesmo: além de muita dor e incômodo quase todos os dias do mês, a endometriose é capaz de evitar a gravidez.

Por isso a importância de todas as mulheres em fazer consultas pelo menos a cada seis meses no ginecologista e cuidar do corpo. Viu que a menstruação não está normal, consulte seu médico. Está tendo mais cólicas que o normal? Procure marcar uma consulta. O diagnóstico mais cedo tem um melhor tratamento e também causa menos problemas para a sua saúde. Graças à tecnologia e também às pesquisas realizadas na área, muitos tratamentos estão sendo realizados em todo o mundo. De acordo com informações da Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE), é permitido hoje usar pílulas com baixa concentração de dienogest, uma substância, que ajuda no tratamento contra a doença.

endometriose

Esse é um medicamento super novo que consegue tratar a endometriose. O dienogest é um hormônio produzido em laboratório, que é bem parecido com o hormônio feminino. Quando ele é consumido, através de pílulas, consegue controlar o problema. Outro tratamento para amenizar a doença é com o dispositivo intrauterino, mais conhecido entre as mulheres como o DIU. Ele é colocado dentro do colo do útero e vai liberando aos poucos os hormônios necessários para a mulher. Ou seja, ele consegue impedir o crescimento e a formação do endométrio. Além de evitar esta doença, o DIU é um eficaz método para evitar a gravidez.

Assim como o DIU, as famosas pílulas anticoncepcionais também ajudam a prevenir a endometriose e a gravidez. Isso porque ela tem uma taxa de hormônio que controla o aparelho feminino e, por conta da quantidade dos hormônios estrogênio e progesterona que ela possui, consegue inibir a formação da doença. Mas claro que para achar um tratamento adequado para você, é preciso antes de tudo conversar com seu médico. Ele precisa avaliar a sua situação e descobrir as possíveis causas da doença, além de avaliar o seu caso e depois procurar um tratamento adequado. Cada mulher que sofre com a endometriose, precisa de um tratamento específico, além do acompanhamento médico.

Como tratar a endometriose?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.