Corrimento vaginal, quando é sinal de perigo ao corpo?

Muitas mulheres não dão tanta importância quando percebem um corrimento vaginal. Afinal, poucas pessoas falam sobre o assunto, que parece ser normal. Mas, mesmo que seja só por um dia ou uma semana, essa situação merece atenção e cuidados, caso apresentar alguns sintomas extras. É a sua saúde que está em jogo, menina! E antes de qualquer pavor, a gente explica: a secreção só é normal quando aparece de vez em quando, já que seu corpo está colocando para fora toxinas e bactérias que não são bem-vindas. Mas, se esse corrimento vier com vermelhidão, coceira ou dores que incomodam a região, atenção! É sinal que algo não vai bem. O mau cheiro também é sinal de que há algo errado.

A secreção ou corrimento, que é a forma mais conhecida, é composta por bactérias que vem do muco produzido pelo útero para se defender de infecções. Uma vez ou outra, é normal isso aparecer, pois é sinal que o corpo está colocando para fora qualquer ameaçada.

Por outro lado, quando isso se torna frequente e vem com outros sintomas, pode ser uma infecção já alojada na região íntima e que precisa de atendimento médico. O corrimento representa perigo quando surge com ele, coceiras na região íntima, além da cor vermelha, ardência e até inchaço nos lábios. O corrimento saudável, que podemos chamar daquele normal, tem uma cor neutra, sem pigmentos e nem cheiro. Parece um silicone.

corrimento

Já o corrimento perigoso, que merece um alerta maior, tem cor amarelada, que pode puxar mais para um tom verde ou acinzentado. E a espessura dele é sempre parecida com um leite, menos densa e mais líquida. Outra forma de identificar o problema e procurar um médico é quando o corrimento tem um cheiro forte e também presença de pontos de sangue, ainda mais fora da menstruação. Se junto com o corrimento você sentir dor ou quando for fazer xixi, também sentir um desconforto, procure um médico ginecologista. Só ele vai saber dizer o que está acontecendo.

As causas deste corrimento que prejudica sua saúde podem ser variadas. Tudo depende de mulher para mulher e de alguns fatores. Pode ser uma infecção na região do útero ou da vagina, que é a causa mais comum, provocada por fungos na região íntima ou também por bactérias. Alterações hormonais, principalmente quando a mulher está perto ou está passando pela menopausa, quando passa por um período de estresse muito grande, que desencadeia uma infecção, pode ser também alergia a um tipo de preservativo ou medicamento. Tudo isso são causas que fazem o corrimento aparecer.

E como saber quando um corrimento passou do estado normal para o estado perigoso? Bom, só com uma consulta médica e alguns exames ginecológicos para descobrir qual o motivo desse problema e qual o melhor tratamento para o seu caso. Seu médico fazer um exame de toque e talvez até pedir outros exames de laboratório, depende de cada caso. O tratamento também depende da consulta com o especialista. Em alguns casos, pode ser por remédios via oral, ou cremes na região vaginal. O tempo de tratamento e o método escolhido também dependerão do exame, que vai apontar qual a causa deste problema.

Corrimento vaginal, quando é sinal de perigo ao corpo?
5 (100%) 1 Voto

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.