Maternidade aos 40 – Parte I

Muitas mulheres estão adiando a maternidade, o que faz com que muitas delas tentem engravidar entre os 30 e os 40 anos. Seja por estar à espera de uma relação estável, seja por buscar a estabilidade financeira e profissional, ou até mesmo por ter dúvidas sobre a maternidade ou por incerteza do desejo de ser mãe, a verdade é que existe um fator biológico que atrapalha e muito as chances de conseguir engravidar após os 40 anos.

Foto: Reprodução

Assim, após essa idade, a chance da mulher engravidar naturalmente é de apenas 5%, já que há uma queda da fertilidade feminina ao longo dos anos, devido às alterações hormonais, o aparecimento de complicações médicas ginecológicas e alterações na produção de óvulos. Além disso, mesmo com os avançados tratamentos para infertilidade, ainda pode acontecer da mulher sofrer abortos espontâneos, por conta de problemas no endométrio, que é onde o bebê se fixa para se desenvolver.

Há um outro risco: com o avanço da idade, os óvulos também envelhecem, o que leva a um aumento nas chances de ocorrerem alterações genéticas, por isso, a Síndrome de Down, por exemplo, é muito mais comum em bebês de mães mais velhas. A tendência é que, quanto maior a idade da mãe, maiores riscos de alterações genéticas e de que a mãe apresente outros problemas, como diabetes gestacional e hipertensão.

Apesar de todos estes riscos, é possível sim, ser mãe após os 40 anos. Existem vários métodos e tratamentos que favorecem a gravidez, bem como o acompanhamento médico. Assim, o aconselhamento médico é muito importante para as mulheres que desejam engravidar, para que sejam realizados exames para identificar possíveis complicações, exames de fertilidade, bem como exames pré-natais de diagnóstico de alterações genéticas, como a amniocentese.

Para não ter surpresas, é preciso que a gravidez seja bem planejada, cuidando bem da alimentação e fazendo todos os exames ginecológicos anualmente, antes de tentar engravidar, e consultar médicos especialistas em fertilidade, para que ele avalie as condições fisiológicas e faça as recomendações necessárias.

Beijos!

Amanda Carvalho (amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Maternidade aos 40 – Parte I
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.