Categories: Saúde

Obesidade e Diabetes Tipo 2: Uma Relação Delicada!

Sempre fui contra as dietas radicais, porque a longo prazo elas não se mostram eficientes, pois o peso perdido quase sempre volta, e volta com força, sendo que, não raras vezes, a pessoa engorda mais do que perdeu na dieta.

Nutricionistas e endocrinologistas também sempre foram contra, em sua maioria, a esse tipo de dieta, que, surpreendentemente, se mostrou eficaz para “tratar” a diabetes tipo 2.

Sim, eu não estou enganada! Um jornalista britânico chamado  Robert Doughty fez uma dieta extremamente radical e restritiva, e, com isso, conseguiu reverter a diabetes tipo 2.

Para quem não sabe, esse tipo de diabetes é, de certa forma, uma consequência direta da obesidade, e se a obesidade for revertida, se a pessoa emagrecer, a doença tende a desaparecer, só voltando novamente caso a pessoa engorde de novo. Como é consequência da obesidade, é claro que a alimentação atual,excessivamente  rica em calorias e pobre em nutrientes contribui para que a incidência da diabetes tipo 2 cresça de forma alarmante.

Alarmante porque, só aqui no Brasil são seis milhões e duzentos mil portadores da doença, e isso são apenas os maiores de 18 anos, mas a incidência entre os menores de 18 anos é gigantesca, e são milhares os pacientes não diagnosticados. Ou seja, a coisa é ainda maior e mais grave do que o que foi divulgado pelo Ministério da Saúde.

Como Reverter a Diabetes Tipo 2?

Conforme expliquei acima, a reversão da diabetes tipo 2, bem como a sua prevenção, só ocorre com a mudança na alimentação e no estilo de vida, e o emagrecimento tem papel fundamental nesse processo! Assim, é preciso adotar uma alimentação equilibrada, com pouca gordura, poucos doces, pouco fast food, muitas frutas, verduras e legumes, além de atividade física.

O jornalista citado no início do post, para  emagrecer, fez uma dieta de 800 calorias diárias, que é considerada bastante restritiva, sobretudo para uma pessoa obesa, que ultrapassa facilmente as 3000 calorias diárias. Esse tipo de dieta é considerada radical e só deve ser feita com acompanhamento e indicação médica, sendo necessário exames laboratoriais constantes para acompanhar de perto possíveis alterações bioquímicas que possam acontecer no organismo, que tendem a ser frequentes nesses casos e pode causar problemas sérios para a saúde

A diabetes tipo 2 é um problema que vai se desenvolvendo a medida que  a má condição metabólica vá evoluindo, e não raras vezes ela passa despercebida, mas fatores como a obesidade, sobretudo a abdominal, a má alimentação e o sedentarismo servem como alerta, e devem ser monitorados com exames laboratoriais, como a taxa de insulina, a glicose, o colesterol, dentre outros. Não se pode esquecer, também, que  a predisposição genética é também um fator que contribui bastante para o surgimento da doença.

A Perda de Peso É Essencial!

O excesso de peso e a epidemia de obesidade que assolam o mundo colocam milhões de pessoas na área de risco das complicações metabólicas, inclusive a diabetes tipo 2, que já é considerada uma epidemia mundial.

Evitar que a doença se espalhe ainda mais é essencial, e nesse caso a dieta, preferencialmente que inclua uma perda de peso gradual justamente para evitar o efeito sanfona, que tende a ser muito mais frequente nas dietas radicais.Esse efeito sanfona é mais comum nas dietas restritivas porque ninguém consegue manter o organismo em privação de calorias por um longo período de tempo, e quando a pessoa volta a comer, volta “com gosto”, comendo mais do que o necessário. No mais, as dietas restritivas deixam as pessoas parecendo zumbis, com deficit nutricional, queda de cabelos e fraqueza evidente.

Já no caso da reeducação alimentar, a longo prazo nota-se que  ela é efetiva tanto na perda e manutenção do peso perdido quanto na prevenção de doenças, incluindo, aqui, a diabetes tipo 2.

Se a pessoa, contudo, já está com excesso de peso e já apresenta o quadro de diabetes tipo 2, é preciso intervir de forma mais intensa, mais direcionada, com medicamentos e dieta especialmente preparada para controlar os dois problemas. Vale lembrar  que essa dieta é individualizada, ou seja, não é dieta de gaveta! No mais, a prática de exercícios físicos ajuda muito, e deve ser uma constante para quem deseja perder ou manter peso, bem como reverter o quadro de diabetes tipo 2.

Cuidados Básicos

A dieta para pessoas com diabetes tipo 2, com grau avançado de obesidade, deve ser individualizada, preparada por um nutricionista (é o único profissional habilitado a preparar dietas, e qualquer outro profissional que o faça, está fazendo de forma ilegal), mas algumas dicas gerais podem servir de ajuda.

1- Começando pelo café da manhã, ele deve ser caprichado, com frutas, proteína, carboidratos de baixo índice glicêmico e cereais. Não se pode pular essa refeição, pois é ela quem garante a disposição durante todo o dia, e, ao contrário do que muitos pensam, pular o café da manhã não ajuda ninguém a emagrecer, ao contrário, desacelera o metabolismo e torna a perda de peso ainda mais difícil.

2- Alimentar-se em intervalos frequentes, de três em três horas, é importante tanto para manter os níveis de insulina equilibrados quanto para manter o metabolismo trabalhando. As frutas e os sucos de frutas são excelentes opções para lanches entre as refeições, pois são pouco calóricos e bastante saudáveis.

3- Alguns alimentos precisam, para o nosso próprio bem, ser evitados, como os alimentos refinados, os alimentos gordurosos, o açúcar em excesso, o fast-food e, de modo geral, os alimentos industrializados.

4- Prefira sempre verduras, frutas, vegetais, carnes magras, grãos integrais e alimentos saudáveis, que não sejam calorias vazias, que nutram realmente o organismo.

5- Fazer exames periódicos para monitorar o estado geral do organismo é absolutamente necessário. Cuidar de si mesma é uma obrigação fundamental, e deve ser, também, um prazer!

6- Falar em atividade física é bater na mesma tecla, mas é inevitável, nesse caso, tocar nesse assunto, porque a atividade física ajuda na perda e na manutenção do peso e melhora a saúde como um todo. O ideal é praticar ao menos 30 minutos de exercício por dia para obter os melhores  benefícios.

A receita é simples, só precisa seguir!

Beijos

Ju Lopes

Obesidade e Diabetes Tipo 2: Uma Relação Delicada!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Compartilhar
Tags: DiabetesdietaObesidade
Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

Postagens recentes

Receitas Para O Cabelo Crescer Rápido

Faça O Cabelo Crescer Rápido Você quer que o seu cabelo cresça mais rápido? Aprenda receitas para o cabelo crescer…

3 dias atrás

Sobrancelhas Postiças – Como Usar, Cuidados, Onde Vende, Valor

Sobrancelhas Postiças – Já ouviu falar? Nosso rosto é sem dúvidas a porta de entrada de qualquer lugar. Ter falhas…

6 dias atrás

Máscara Wella 30 segundos Resenha

Máscara Wella 30 segundos resenha Olá, amoreeee! Se você é como eu, vive numa correria danada, sabe bem que cuidar…

6 dias atrás

Manchas nas Axilas? Como Evitar

As mulheres possuem alguns dilemas comuns de beleza, e um deles é a axila escurecida e manchada. Sim, ela fica…

6 dias atrás

O que é Ballet Fitness?

Entre as opções de atividades aeróbicas disponíveis nas academias, está o ballet fitness, que consiste em uma espécie de dança…

6 dias atrás

Batom Líquido Matte: Os Melhores, Resenhas, Preços

O batom matte é uma tendência que realmente veio pra ficar e está na boca de mulheres em todo o…

6 dias atrás