Tratando a Candidíase Com a Alimentação!

A candidíase, doença que acomete centenas de milhares de mulheres de forma recorrente, é causada pela Candida Albicans, um fungo que, quando o organismo se encontra com a resistência mais baixa, com o sistema imune vulnerável, cresce desproporcionalmente.

É essencial que sejam avaliadas as causas e a origem da candidíase justamente para facilitar o tratamento.

Vale ressaltar que o correto é, sempre,  procurar o seu médico de confiança para, de acordo com o seu quadro, indicar o tratamento adequado.

Mas quais são as causas da candidíase?

As causas são muitas e variadas, como, por exemplo:

mulher-comendo-um-pedaco-de-doce-1314381403487_615x300

  • Baixa imunidade;
  • Uso de corticoides;
  • Uso de antibióticos;
  • Diabetes;
  • Alto consumo de carboidratos refinados;
  • Gestação;
  • Ingestão de alimentos alergênicos;
  • Infecções;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Deficiência de nutrientes;
  • Baixo consumo de alimentos antioxidantes;
  • Medicamentos;
  • Jejum;
  • Estresse.

Pela lista acima, dá para perceber que a alimentação é essencial na prevenção da candidíase, assim como no seu tratamento, já que possuem substâncias que ajudam a prevenir e tratar a cândida.

Quais Alimentos Devem Ser Evitados?

1- É preciso reduzir o consumo de leites e derivados, inclusive queijos e iogurtes,  já que a lactose favorece a proliferação dos fungos.

2- Alimentos  que possuam leveduras devem ser evitados, como bebidas alcoólicas, maionese, mostarda, azeitonas verdes, picles, vinagre e alimentos que contenham vinagre.

3- Alimentos ricos em açúcar, como o próprio açúcar, o melaço, o melado, os adoçantes, os refrigerantes e a farinha branca, que  favorecem o crescimento dos fungos.

4- Cogumelos de qualquer tipo.

5- Chá e café.

6- Condimentos e produtos industrializados.

7- Alimentos embutidos, em conserva, defumados, desidratados ou enlatados.

Além dos alimentos, é preciso tomar bastante cuidado com o uso de antibióticos, já que eles alteram e afetam enormemente a microbiota intestinal, o que faz com que os fungos se proliferem mais ainda. O uso de antiácidos também precisa ser evitado já que ele desequilibra o pH do sangue, aumentando a quantidade de fungos e bactérias ruins, assim como o uso de laxantes, que elimina as bactérias benéficas que protegem o organismo.

Quais Alimentos Devem Ser Consumidos?

1- O óleo de coco extra virgem, tão famoso por seu suposto poder emagrecedor, é um excelente “tratamento” para a cândida, já que é fonte de ácido caprílico e ácido láurico, que têm ação antifúngica.

2- Os probióticos, que beneficiam o organismo como um todo, também ajudam a evitar e tratar a cândida, já que equilibram a microbiota vaginal, o que evita que os fungos se proliferem.

3- O orégano contém duas substâncias, o timol e o carvacrol, que turbinam o sistema imunológico e reduzem o crescimento da cândida.

4- Óleo de alho é uma coisa que já parece errada na essência, porque é horrível (o cheiro me mata!), mas  é um coadjuvante importante, pois possui ação antifúngica e turbina o sistema imunológico.

5- As algas marinhas são boas coadjuvantes, já que ajudam a dizimar os fungos.  Invistam em agar agar, nori e kombu, por exemplo, que podem ser adicionadas a diversos alimentos e, de quebra, deixam a pele muito mais bonita e jovem.

Dicas simples e fáceis de seguir, não é mesmo?

Beijos

Ju Lopes

Tratando a Candidíase Com a Alimentação!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.