Como Sobreviver à Uma Reforma?

Reforma. A palavra, em si, já me causa medo, porque, peloooamorrdeedeusss, ô trocinho miserável!

Começar uma reforma é, metaforicamente, uma viagem com data de início, mas sem previsão de fim. E se o fim for marcado pro dia tal, acrescente  o dobro de tempo e, quem sabe, a coisa fique pronta.

Numa reforma nada é previsível… O que é previsível, aliás, é a imprevisibilidade. Então, controladores de plantão (presente!), preparem-se para perder as rédeas da coisa.

Reforma, minha gente, é a “terra do nunca” ao contrário, o lugar onde tudo de ruim pode, deve  e vai acontecer.

Foto: Reprodução

Sua vida organizada vai pelos ares. Nada é facilmente encontrado. Aliás, quase tudo se perde. Tudo suja o tempo todo, tudo fica sujo o tempo todo.

Já ouviram falar de “massa corrida” ? Vou explicar: é aquele pozinho branco que não te deixa respirar e que, misteriosamente, entra em qualquer lugar.

Mais que isso, é aquilo que faz seu cachorro, que é preto, limpo e lindo, ficar branco, sujo e coçando… É aquilo que faz com que você, que é alérgica (presenteeeeeeeeeeeeee), fique a ponto de perder o nariz e o pulmão, pois o meu tá chiando igual o cachimbo do saci! E o nariz, aliás, anda sangrando sem parar…E dá-lhe nebulização, e dá-lhe Sorine, e dá-lhe paciência!

Enfim, massa corrida é aquilo que suja todas as suas roupas, as suas coisas, os seus bichos, a sua casa…

Foto: Reprodução

Tinta. Já conhecem? Em resumo, é aquilo que te faz espirrar o dia inteiro e não dormir à noite, porque tinta sem cheiro é lenda e dinheiro jogado fora: não funciona!

Reforma, meu povo, é como quando a gente fica bêbado e rico. Porque ela (sim, já humanizei a dita cuja) age como se nós fossemos ricos. Então, tudo o que você planejou e calculou, multiplique, ao menos, por dois. Ou mais. Não há dinheiro que dê, não há dinheiro que baste, não há dinheiro que não se acabe!

Quando for fazer uma reforma, a minha sugestão é: fuja de casa, se interne e só volte quando a coisa estiver pronta, linda e limpa. Caso contrário, vai ser fácil ficar com raiva da casa, da reforma e do que ficou lindo.

Post nada útil, mas serve, ao menos, para que eu não cometa um crime e derrube a casa de marreta, porque ôooooooooooooooo ódioooooooo! Tem duas semanas que eu respiro massa corrida, espirro sem parar, não durmo direito, não tenho uma roupa limpa, não encontro nada, não tenho hora pra nada…Tem  duas semanas  que tudo saiu dos eixos! E quando voltará ao normal? Deus saberá… Será?

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

https://www.facebook.com/JuLopesPE

Como Sobreviver à Uma Reforma?
5 (100%) 1 Voto

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

1 Comment
  1. ju, noss essa post foi feito pra mim…haha eu to passando por isso desde setembro que casei e meu apartamento nunca fica pronto, cada hora é uma coisa, esse pessoal que mexe com obras é muitoo enrolado!! eu sou muito alergica a poeira e sempre que vou lá me ataca tudo rintite, alergia etc etc, eu to tomando aquela homeopatia que mandamos pra vc sabe, ainda nao to curada bem..vou tomar até o frasquinho acabar! rs bjjin

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.