Efeitos Colaterais da Dieta da USP

Seguindo o post anterior, vamos falar mais um pouquinho dos perigos da dieta da USP.

Efeitos Colaterais Graves

Dietas que restringem grupos alimentares, dietas proteicas e dietas que levam a uma perda de peso muito grande e rapidamente sempre causam efeitos colaterais.

Com a ausência de carboidratos, o corpo passa a queimar a gordura estocada para  gerar energia para que o organismo funcione normalmente, o que leva ao excesso de produção de corpos cetônicos, substâncias conhecidas por fornecerem ao organismo energia, e que são excretados através da urina, do suor e do hálito, sendo esse o motivo pelo qual essa dieta provoca mau hálito!

Além disso, enfraquece o corpo e o sistema imunológico, gerando cansaço, estresse, desatenção, irritabilidade, fraqueza muscular, dificuldade de concentração, tontura e mal-estar, o que dificulta a execução das tarefas diárias.

Nada bom, não é mesmo?

Dieta usp2 - Efeitos Colaterais da Dieta da USP

Consumo Excessivo de Líquidos Causa Problemas!

  🔥HIDRATAÇÃO CASEIRA🔝🔥
    1. 🔝Hidratações caseiras
    2. 🔝Hidratação profunda caseira
    3. 🔝Óleo de coco no cabelo
    4. 🔝Hidração com azeite
    5. 🔝Cronograma Capilar Oficial

O cardápio da dieta da USP libera o consumo de chás, água e café, desde que sejam com adoçante. Tudo seria ótimo se não fosse pelo simples fato de que, com  fome, a pessoa vai cair matando nesse trio, e isso pode ser muito prejudicial, já que a necessidade de líquidos varia de pessoa para pessoa, dependendo das características pessoais de cada uma e de fatores individuais.

De modo geral, a quantidade recomendada, inclusive pela Organização Mundial de Saúde (OMS), é de dois litros de água por dia. Mas, quem toma chá e café o tempo todo e quem faz essa dieta tende a tomar, para suprir a fome, menos água do que deveria, e tomando mais café e chá do que o recomendado. Vale lembrar que esses dois últimos (café e chá) podem causar problemas, gerar carências nutricionais e dificultar a absorção de certos nutrientes, de forma que, por exemplo, eles não devem ser consumidos junto com as refeições. Além disso, quem tem problemas gástricos, dentre outros, precisa ter cuidado para não piorar, acentuar o problema pré-existente.

Engordando tudo de novo

Mas sabe o que é pior? É sofrer tanto, passar fome, colocar a saúde em risco e depois acabar voltando ao mesmo peso, ou a um peso ainda maior!

Sim, dietas como a da USP, que são super restritas, radicais e pouco calóricas são as maiores causadoras do efeito rebote. Por que isso acontece? Porque, nessa dieta, por exemplo, o que mais se perde é líquidos e, assim que voltamos aos antigos hábitos – e sempre voltamos – o organismo começa a repor os músculos e a gordura que foram eliminados. Além disso, durante os 15 dias da dieta o organismo sente falta de muitos alimentos, e a tendência é de que, na primeira oportunidade, você “caia de boca” em todo tipo de gordice e acabe engordando, porque, afinal, ninguém consegue manter uma dieta radical por muito tempo.

Por isso, muito cuidado com esse tipo de dieta. Dietas milagrosas são ilusórias e causam danos à saúde. A maneira mais correta e segura para perder – e manter –  peso é seguir uma dieta equilibrada e fazer atividades físicas, não tem jeito!

Beijos

Ju Lopes

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

Comentários

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando ...

0

Comente Pelo Facebook

0 Comentários pelo Facebook

ovo - Os Perigos da Dieta da USP

Os Perigos da Dieta da USP

homeopatia yepdoc2 - O Que é a Homeopatia?

O Que é a Homeopatia?