Toda Gordura Faz Mal?

Cada dia aparece uma teoria nova e, geralmente, o que era bom ontem passa a ser péssimo hoje, o que acaba confundindo tudo.

Um exemplo disso são as gorduras, eternas vilãs da saúde e da boa forma.

O que as pessoas não percebem é que existem “gorduras e gorduras”, que algumas fazem bem sim e que viver sem elas é impossível.

Impossível, pois elas são essenciais para o correto funcionamento de todo o organismo.

Além disso, elas ajudam na absorção de determinadas vitaminas, como a vitamina A, D e E, fornecem energia, mantêm a temperatura do corpo estável, protegem contra choques mecânicos e têm a função de produzir nossos hormônios.

Existem três tipos de gorduras, que se dividem em outras “categorias”: as saturadas, as insaturadas e a trans.

Gorduras Insaturadas

As gorduras insaturadas são as gorduras boas, as gorduras do bem, que se dividem em monoinsaturadas e poli-insaturadas.

As gorduras monoinsaturadas podem ser encontradas no azeite de oliva, no óleo de soja, no abacate e no amendoim, por exemplo, ao passo em que as poli-insaturadas são encontradas nas sementes oleaginosas, castanhas, nozes, nos peixes de água fria e nos óleos vegetais, como o de milho e de girassol.

Essas gorduras possuem uma ação positiva no organismo, pois reduzem o colesterol ruim, elevam o bom colesterol e ajudam a proteger das doenças cardiovasculares.

Essas a gente pode e deve comer, e elas são identificadas como gorduras de origem vegetais.

Gorduras Saturadas

As gorduras saturadas estão presentes, principalmente, nos alimentos de origem animal, como carnes, dendê, iogurte, leite integral, queijo amarelo e derivados da manteiga.

Elas são nocivas, pois elevam o LDL, que é o colesterol ruim, no sangue.

Pra quem não vive, por exemplo, sem leite, vale tomar leite desnatado, que tem a mesma composição do leite integral, mas sem a as gorduras ruins! Tudo na vida é adequação, né?

Gorduras Trans

As gorduras trans estão presentes nos produtos industrializados, como sorvetes, salsicha, chocolates, pães doces, biscoitos e salgadinhos, e são responsáveis pelo aumento do colesterol ruim e diminuição do bom colesterol, o que é extremamente nocivo para o organismo.

Elas são formadas a partir do processo de hidrogenação dos ácidos graxos, que pode ser natural ou industrial.

Por ser ruim e quase nunca estar explícita nos rótulos, é chamada de “a inimiga oculta”, mas é fácil de identificar sua presença pelo rótulo, bastando procurar as expressões “gordura hidrogenada”, “parcialmente hidrogenada”, “óleo vegetal hidrogenado” “parcialmente hidrogenado”.

Gorduras Aquecidas: Perigo!

Um cuidado essencial é com a gordura aquecida em mais de 180°.

É que a grande maioria dos óleos se degrada nessa temperatura e passa a liberar substâncias que são muito prejudiciais ao organismo.

Uma dessas substâncias é a acroleína, responsável pela destruição das fibras elásticas das artérias e pela irritação da mucosa estomacal.

O ideal é investir nas gorduras boas e minimizar ao máximo o consumo das gorduras ruins.

Para facilitar a vida de vocês, no próximo post mostro certinho quais óleos são bons e quais são ruins, certo?

Beijos

Ju Lopes

Toda Gordura Faz Mal?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.