Como Prolongar o Efeito do Desodorante?

Como Prolongar o Efeito do Desodorante?
Como Prolongar o Efeito do Desodorante?

Como prolongar o efeito do desodorante?

O uso do desodorante é de extrema importância, afinal ninguém quer exalar mau odor, não é mesmo? É o desodorante que mantém as axilas preservadas e impede que, por causa do suor, tenhamos um cheiro desagradável, mantendo a região mais “fresca”, por assim dizer. Mas, é possível prolongar o efeito do desodorante, o que é bem necessário pra quem trabalha fora e pra quem mora em locais muito quentes, bem como para quem transpira em excesso.

Hoje já existem no mercado vários produtos de ação prolongada, o que garante mais “conforto”, já que as axilas ficam cheirosas por muito mais tempo. Mas existem algumas dicas certeiras para prolongar o efeito do desodorante e não pagar mico por aí!

Na hora do banho

Pra que o efeito seja mais duradouro, os cuidados devem começar ainda no banho, momento em que a região deve ser lavada, preferencialmente com um sabonete antibacteriano. O uso desse tipo de sabonete é o mais recomendado porque ele elimina ou reduz os microorganismos que causam o mau odor.

Lavando corretamente, evita-se que a flora bacteriana que existe nas axilas reduza a eficácia do desodorante. Após a lavagem correta, seque bem a região, que não deve ficar úmida.

Tipos de tecidos

Deve-se evitar o uso de roupas de tecidos sintéticos, vez que eles dificultam bastante a transpiração e abafam a região, o que acaba favorecendo o mau cheiro. Peças de elanca e elastano, por exemplo, retêm o suor, o que facilita a ação das bactérias.

Tecidos grossos devem ser evitados também, bem como os tecidos pesados, que dificultam a transpiração. Nos dias mais quentes esse tipo de tecido deve ser evitado, bem como deve ser evitado por quem transpira muito. Deve-se dar preferência aos tecidos de algodão, que favorecem a transpiração.

Outro cuidado com as roupas é evitar o uso de roupas de outras pessoas, principalmente se essas roupas já foram usadas.

Quase todo mundo escolhe o desodorante pelo cheiro: o que é um erro. Não importa se o desodorante tem ou não perfume, porque a sua eficácia está relacionada com a capacidade desodorante do produto, e é isso que deve ser levado em conta. As versões antitranspirantes possuem um efeito mais prolongado, e eles podem ser usados mais de uma vez ao dia, podendo ser reaplicados, dependendo do quanto a pessoa transpira.

Produtos que contenham ácido tânico, que reduzem a produção das glândulas sudoríparas, são boas opções para ajudar a evitar o mau odor.

Desodorantes antitranspirantes

No caso dos desodorantes antitranspirantes, que são de efeito prolongado, quase nunca é necessária a reaplicação durante o dia, mas, caso seja necessário, não há problemas na reaplicação. Os Após o uso e enxágue do sabonete, é preciso secar bem a região, já que quando a pele está molhada ou mesmo úmida, é mais difícil que o produto penetre (ao contrário dos ativos de tratamento de muitos cosméticos). costumam controlar bastante não só o cheiro, mas também o suor, já que eles atuam na obstrução das glândulas sudoríparas, o que reduz a produção de suor.

Durante à noite, quando as glândulas sudoríparas têm seu trabalho reduzido, não é necessário o uso de desodorantes, caso esteja indo dormir, claro, porque se for à balada tem que usar!

Leia também:

Irritação da pele:

O melhor é sempre usar DESODORANTES e não talcos, perfumes, loções ou similares, já que eles podem causar irritações, pelo excesso de álcool, e comprometer a transpiração, o que é um problema!

Hidróxido de magnésio

Para quem transpira muito, há a possibilidade do uso de hidróxido de magnésio, que é o famoso leite de magnésia, só que nesse caso, trata-se de uma solução manipulada, receitada por um médico, e não daquele produtinho do pote azul comprado na farmácia! Deve ser aplicada nas axilas duas vezes ao dia, sempre após o banho.

Há quem use, ainda, compressas de chá preto para reduzir a produção de suor, e o truque é eficaz pois nesse chá existem boas doses de ácido tânico, que age desacelerando a produção das glândulas sudoríparas.

Axilas depiladas

É importante manter as axilas bem depiladas por uma questão de higiene, já que assim o suor evapora mais facilmente e há uma redução do mau odor que é causado pelas bactérias, vez que a proliferação de bactérias decorre também da umidade que fica retida nos pelos das axilas.

Após a depilação, seja por qual método for, a pele local tende a ficar mais sensível e vulnerável, sendo que a irritação é facilitada. Portanto, evite o uso de desodorantes ou de produtos químicos nas horas seguintes.

Por fim, vale lembrar que o fato do produto ter ou não cheiro não interfere na eficácia e nem nos resultados!

Como Prolongar o Efeito do Desodorante?
5 (100%) 8 Votos

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.