Unhas: Como Cuidar?

Unhas Como Cuidar
Unhas Como Cuidar

Unhas: cuidados no salão de beleza

Até pouco tempo atrás ninguém dava muita atenção para os alicates e demais utensílios que as manicures usavam nos salões de beleza, afinal, poucos sabiam que esses pequenos utensílios poderiam transmitir doenças, e doenças sérias.

Até hoje, aliás, esse detalhe passa despercebido pra uma parcela grande da população, mas é essencial que, por exemplo, verifiquemos se os alicates estão sendo esterilizados e higienizados corretamente após cada utilização.

E porque isso é importante? Porque muitas doenças podem ser transmitidas através do alicate. Durante muito tempo havia a especulação de que a AIDS poderia ser transmitida pelo alicate contaminado, mas sabe-se atualmente que esse risco é praticamente inexistente, vez que o vírus da Aids resiste poucos minutos apenas fora do organismo.

Mas, existem outras doenças graves que podem sim ser transmitidas, como, por exemplo, a hepatite B e a hepatite C, vez que os vírus delas sobrevivem por até quatro dias fora do organismo humano, o que significa um risco maior de contaminação.

E não é só isso, pois existem vários outros riscos implícitos, então o certo é verificar se tudo está sendo feito como estipulado pela vigilância sanitária.

Existe um protocolo que estipula o procedimento adequado, qual seja, a esterilização dos instrumentos básicos, com lavagem feita com água e sabão, seguida de secagem e esterilização a uma temperatura de 170º. Após isso, é preciso que os objetos permaneçam por até 60 minutos na estufa fechada.

Acontece que são raros os salões que seguem esse procedimento completo, e isso coloca a saúde das pessoas em risco, então o ideal mesmo é ter o seu próprio kit manicure, porque só você usa e não existem riscos, já que não há compartilhamento.

Uma coisa que vale ressaltar é que os objetos de madeira devem ser descartados logo após o uso. No caso do alicate, como é só você quem usa, deixe-o de molho numa temperatura alta por até 30 minutos.

Quando for fazer as unhas no salão, observe se a manicure tem os seguintes cuidados:

  1. Antes de atender cada pessoa, a manicure deve higienizar as mãos com água e sabão ou então com álcool gel.
  2. Após higienizar as mãos corretamente, é preciso que a manicure use luvas, que devem  ser descartáveis, de modo que a cada nova cliente que chegue para fazer as unhas, ela use um novo par de luvas.
  3. A embalagem com o material esterilizado precisa ser aberto na frente da cliente.
  4. Materiais de uso individual como as lixas e os palitos não devem ser reaproveitados, devendo ser descartados logo após o uso.
  5. É preciso usar uma toalha limpa ou uma toalha de papel para cada cliente.
  6. É preciso que a água onde colocamos os pés “de molho” seja trocada e a bacia seja devidamente higienizada a cada novo cliente para evitar as micoses.

Tudo isso parece exagero, eu sei, mas são medidas de higiene que protegem a sua saúde, o que, é claro, é o mais importante! E mesmo que no início pareça chato observar tudo isso, depois vira hábito e a gente acaba fazendo no automático mesmo!

Vitaminas para as unhas
Vitaminas para as unhas

Vitaminas para as unhas

A gente adora unhas bonitas e longas, mas são poucas as pessoas que dão a atenção que elas merecem. A questão é que o cuidado principal está relacionado com a alimentação, e a alimentação da grande maioria é rica em calorias, mas pobre em nutrientes. Pois uma alimentação equilibrada, que seja rica nos nutrientes “certos”, ou seja, proteínas, vitaminas e minerais, é essencial pra ter unhas fortes e bonitas, assim como uma dieta rica em água, pois a falta de água, e nós bebemos muito pouca água, desidrata o organismo e também a as unhas.

O primeiro passo, pois, pra ter unhas bonitas, longas e fortes é investir na água. Beba ao menos 2 litros de água por dia, nem que seja “em forma” de sucos ou chás.

Quanto aos nutrientes, confiram abaixo os 7 essenciais, pra que eles servem, onde encontrar e como identificar a sua deficiência no organismo.

Proteínas

Proteínas são compostos orgânicos indispensáveis pro nosso corpo de modo geral, e também para nossas unhas. O que acontece é que as unhas são formadas basicamente por queratina, que é um tipo de proteína, e essa proteína precisa ser reposta constantemente pra que as unhas fiquem fortes, saudáveis e possam crescer de forma correta.

Além da queratina, tem também o colágeno, que forma a matriz onde os minerais se agrupam e se fixam pra garantir a força das unhas, então quanto mais colágeno tiver, mais fortes e resistentes as unhas ficarão, o que resulta num aspecto mais saudável.

Quando, por outro lado, há deficiência de proteínas, as unhas perdem a flexibilidade, ficando duras e quebrando com uma facilidade bem maior.

Pra garantir o aporte necessário de proteínas, aposte em carnes (brancas e vermelhas), nos frutos do mar, na quinoa, em queijos, nos ovos (principalmente na clara) e também no colágeno em pó.

Biotina

Tenho certeza que a maioria já ouviu falar da importância da biotina, mas para os cabelos, tô certa?

É que a biotina é essencial para que os cabelos, e também as unhas, cresçam mais fortes e de forma mais rápida, de modo que a deficiência desse nutriente, que é comum, faz com que as unhas fiquem fracas e descamem com mais facilidade.

É possível suplementar a biotina, e muita gente suplementa, mas ela é encontrada em muitos alimentos que consumimos no dia a dia, como na gema do ovo, no leite de vaca e no leite de cabra, nos queijos, na cenoura, na couve, no tomate, na cebola, no alface, no fígado de boi, nos cogumelos, nas nozes, no repolho, na aveia e no pepino, dentre outros.

Vitamina A

A vitamina A possui várias funções no organismo e é essencial pra nossa visão, pro nosso metabolismo ósseo, pro nosso sistema imunológico e também para a saúde e beleza das nossas unhas, do nosso cabelo e da nossa pele.

Quando existe deficiência de vitamina A no nosso organismo muitas coisas começam a “falhar”, mas nas unhas ela pode ser identificada pela demora no crescimento, pois a unha “não sai do lugar”, sabe?

Mas repor a vitamina A é uma coisa fácil, já que ela está presente nos ovos, nos frutos do mar, no óleo de peixe, nos vegetais, nas frutas de cor amarela, alaranjada e verde-escura, no leite, no queijo, na manteiga e em vários outros alimentos que fazem parte da nossa dieta básica.

Zinco

Um dos minerais mais importantes para as unhas é o zinco, conhecido como o mineral da imunidade. O zinco, dentre outras coisas, participa da síntese de proteínas e da reprodução celular, sendo, portanto, essencial pra saúde das unhas, tanto que quando há a deficiência desse mineral as unhas ficam bastante fracas, descamativas e apresentam um retardo grande no crescimento, sendo comum, ainda, o surgimento de manchas brancas.

O consumo de zinco precisa ser sempre “maior”, já que a maior parte do que ingerimos não é absorvida (cerca de 70%), então temos que caprichar no consumo de ovos, de sementes diversas, de levedo de cerveja, de ostras, de peixes, de carne vermelha, de frutos do mar, de grãos integrais e de aves.

Cálcio

Todo mundo sabe que o cálcio é bem importante pra saúde dos ossos e dos dentes, né? Pois também é importante pra saúde das unhas!

Quando existe uma deficiência de cálcio no organismo, as unhas “entregam” logo, pois elas perdem a resistência, ficam frágeis, ficam ressecadas e podem “partir” em alguns pontos, já que surgem algumas fendas verticais.

A suplementação de cálcio é bem comum, mas dá pra pra encontrá-lo no leite, no queijo, no iogurte, nos demais laticínios, nas folhas verde-escuras, no quiabo, no espinafre, nas algas, no brócolis, no agrião, na couve, na rúcula, nas sementes de gergelim e no agrião, dentre outros.

Ferro

O ferro é um mineral facilmente encontrado nos alimentos e de muita importância para o nosso organismo, já que, dentre outras coisas, faz parte das enzimas que atuam na respiração celular e atua no transporte de oxigênio e de dióxido de carbono.

Quando existe deficiência de ferro, é comum surgir a anemia, a redução das funções psicomotoras e cognitivas, a dor de cabeça e o cansaço, dentre outras coisas.

Nas unhas essa deficiência é notada pela palidez no leito ungueal, bem como pela fragilidade das unhas, que ficam quebradiças.

São fontes ricas em ferro o feijão, os ovos, o açaí, a beterraba, o pão integral, o atum, o frango, a carne bovina, o salmão, a carne de porco, a beterraba, os vegetais folhosos, o fígado de boi e a farinha de soja.

Enxofre

O enxofre é muito importante pra síntese de colágeno, que é essencial para as unhas e para a beleza em geral, e pro metabolismo da biotina, outra substância essencial pra saúde das unhas. Se há deficiência de enxofre, as unhas ficam duras e sem flexibilidade, o que resulta em quebra e “desfolhamento”.

Dá pra encontrar o enxofre em alimentos como as carnes, a couve, os ovos, a cebola, o repolho, a alface, as nozes, o alho, o leite, as carnes e os frutos dos mar.

Unhas Envelhecem

É engraçado como nós temos a tendência de achar que somente a pele envelhece. É que o processo de envelhecimento da pele é mais visível e incômodo, por assim dizer, mas tudo no nosso corpo envelhece, inclusive cabelo, sabia?

Isso causa estranheza pra algumas pessoas, já que as unhas crescem o tempo todo e são “trocadas” com uma certa regularidade, mas a estrutura química das unhas passa por muitas mudanças ao longo dos anos, e essas mudanças afetam a juventude das unhas.

Só pra citar um exemplo, há uma queda cada vez maior com o passar dos anos do teor de gordura, e isso influi na saúde das unhas e na sua beleza, já que ela acaba não retendo a umidade e, portanto, perdendo água com mais facilidade. Assim, elas acabam ficando mais secas, desidratadas e, consequentemente, frágeis e finas, o que é mais comum em unhas de pessoas mais velhas.

Um outro sinal que é relativamente comum em unhas envelhecidas são os riscos longitudinais paralelos, que tendem a surgir nas unhas das mãos. Quando isso acontece, as unhas tendem a quebrar na ponta, enroscando em objetos, roupas e cabelos. Mas não precisa se preocupar, já que esmaltes fortalecedores costumam minimizar os problemas, em conjunto com o polimento adequado e as unhas cortadas e lixadas mais curtas.

Unhas grossas

Um problema comum é quando as unhas ficam grossas, com um aspecto bem “grosseiro” e feio. E quanto mais grossa fica, pior é pra cortar, e em pouco tempo as unhas ficam parecendo garras, já que ficam também amareladas.
Isso deixa os pés com aparência de descuidados e remete a falta de higiene, o que também não é nada bom. Quando as unhas ficam grossas é preciso tomar um cuidado maior e verificar a presença ou não de micoses, que tendem a ser mais comuns em pessoas mais velhos.

Micose nas unhas

Visto que os fungos estão em toda a parte, é inevitável a exposição a eles. Em condições favoráveis (como ambientes com muita umidade e calor excessivo), os fungos se reproduzem e podem dar origem a um processo infeccioso que, dependendo do fungo ou da região afetada, pode ser superficial ou profundo.

Nesse tipo de micose, os fungos se localizam na parte externa da pele, ao redor dos pelos ou nas unhas, alimentando-se de gordura e (ou) da proteína e queratina.

Em caso positivo de micose, elas precisam ser tratadas o quanto antes, já que quanto mais velha a pessoa for, mais complicado é pra tratar, vez que as unhas crescem bem mais lentamente, o que facilita o ataque e proliferação dos fungos. Quem pode identificar ou não a presença da micose é um dermatologista, após exame específico. Aliás, é interessante conversar com um dermatologista sobre meios de minimizar esse endurecimento e o favorecimento das micoses.

Você está em dia com a saúde das suas unhas

Essas mudanças todas que acometem as unhas com o passar dos anos acaba dando origem a famosa síndrome das unhas frágeis, um problema que deve ser acompanhado e tratado por um médico dermatologista, e isso pode ser feito com hidratação das unhas, uso de produtos fortalecedores e, principalmente, o uso de suplementos específicos, como o pill food, por exemplo.

Algumas coisas ajudam a não piora o quadro, quais sejam, não deixar as unhas muito grandes, usar luvas quando for lavar pratos com sabão e detergente, bem como na faxina, não remover as cutículas e por aí vai.

A gente adora unhas bonitas e longas, mas são poucas as pessoas ( e eu não faço parte do time!) que dão a atenção que elas merecem.
A questão é que o cuidado principal está relacionado com a alimentação, e a alimentação da grande maioria é rica em calorias, mas cuidando direitinho elas permanecem mais jovens por muito mais tempo!
Mais sobre Unhas:
Unhas: Como Cuidar?
5 (100%) 9 Votos

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.